Agentes americanos e brasileiros realizam treinamento bilateral de controle de exportações e segurança nas fronteiras

Assessoria de Relações Públicas
Departamento de Segurança Interna dos EUA

Mais de 30 agentes de órgãos de segurança e outros órgãos dos governos dos Estados Unidos e do Brasil participaram de um treinamento bilateral de controle de exportações e segurança nas fronteiras realizado no Rio de Janeiro, Brasil, de 17 a 21 de agosto de 2015.

O escritório da adida da Divisão de Investigações de Segurança Interna (HSI) da Imigração e Fiscalização Aduaneira (ICE) dos EUA organizou o evento em conjunto com o Centro de Coordenação de Fiscalização de Exportações (E2C2), o Departamento de Energia (DOE) e o Departamento de Justiça (DOJ) dos EUA.

O treinamento, financiado pelo programa de Controle de Exportações e Segurança nas Fronteiras (EXBS) do Departamento de Estado, incluiu representantes da Polícia Federal, Procuradoria-Geral, Alfândega, Polícia Rodoviária Federal, Ministério das Relações Exteriores e Ministério da Ciência e Tecnologia.

Entre os tópicos abordados no treinamento estavam a importância do compartilhamento de informações para ajudar nas atividades de detenção, prevenção e interrupção das violações das exportações dos EUA e de questões relacionadas com a segurança nas fronteiras. Os agentes também discutiram análise de riscos, interdições, investigações e fiscalização de tráfico de armas, preocupações relativas a processos de promotorias, tratados sobre comércio estratégico e controle de exportações, além de controle e conformidade com regulamentações nucleares, biológicas e químicas.

Treinamentos como esses reforçam ainda mais nosso relacionamento com o governo brasileiro”, disse a adida da HSI em Brasília, Cheryl Bassett. “Temos um compromisso conjunto com segurança nas fronteiras e controles de exportações.”

Por meio de suas Operações Internacionais, a Divisão de Investigações de Segurança Interna (HSI) da ICE tem 65 escritórios operacionais em 46 países. Os agentes especiais da HSI trabalham em conjunto com órgãos de aplicação da lei de outros países por meio de uma sólida rede de unidades especializadas de investigação conhecidas como Unidades de Investigação do Crime Transnacional. Além disso, a HSI leva agentes de outros países para serem treinados no Centro Federal de Treinamento Policial do Departamento de Segurança Interna dos EUA em Glynco, na Geórgia.