EUA manterá o atual Escritório da Embaixada em BH

Departamento de Estado dos EUA manterá o atual Escritório da Embaixada e os serviços de renovação de visto e registro biométrico no Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV), mas não construirá um novo consulado em Belo Horizonte em um futuro previsível

 

Investimento nas operações em Belo Horizonte e na construção de novas instalações na embaixada em Brasília e nos consulados no Rio de Janeiro e no Recife prosseguirá

 

Escritório da Embaixada dos EUA em Belo Horizonte, 22 de agosto de 2019 – Após uma cuidadosa análise da demanda de vistos e da capacidade dos serviços consulares já oferecidos em todo o Brasil, o Departamento de Estado dos EUA não construirá um novo consulado em Belo Horizonte em um futuro previsível. Contudo, os serviços de renovação de visto e coleta de dados biométricos oferecidos pelo Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV), já existentes na capital mineira, serão mantidos e oficiais consulares virão a Minas Gerais rotineiramente, e em casos de emergência, para prestar serviços aos cidadãos americanos.  Os serviços consulares continuarão sendo oferecidos pela Embaixada em Brasília e nos consulados gerais no Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Porto Alegre.

Além disso, o Escritório da Embaixada dos EUA em Belo Horizonte continuará a promover intercâmbios educacionais, culturais e profissionais, bem como o comércio entre os Estados Unidos e Minas Gerais.  O escritório aumentou a equipe para aumentar a divulgação e as operações comerciais. No Brasil em geral, os Estados Unidos estão investindo mais de US $ 1,2 bilhões nos próximos anos para construir um novo complexo na embaixada em Brasília e novas instalações nos consulados gerais no Rio de Janeiro e em Recife.

A equipe diplomática em Belo Horizonte continua a aumentar o nível de engajamento com os parceiros e o público local. Nos últimos anos,  o governo americano apoiou ONGs locais para ofertar aulas de inglês para alunos da rede pública em diferentes partes do estado, e conseguiu que mais de 200 alunos e profissionais mineiros participassem de intercâmbios nos  EUA. O engajamento com o público local continuará também através dos sete Centros Binacionais, distribuídos no estado de Uberlândia a Juiz de Fora. Além disso, os quatro escritórios do EducationUSA – fonte oficial de informações para quem quer estudar nos Estados Unidos – localizados em Uberaba, Juiz de Fora e em dois espaços em Belo Horizonte, seguirão oferecendo serviços gratuitos de aconselhamento.

De acordo com a cônsul dos EUA em Belo Horizonte, Rita Rico, as parcerias voltadas para a promoção do voluntariado, empreendedorismo e aspectos da cultura americana serão expandidas. “Nós vamos seguir investindo em nossa relação bilateral em áreas como educação, ciência e tecnologia e em projetos com nossos parceiros locais, como as prefeituras, governo do estado, universidades, ONGs e outras instituições. Nossa prioridade continuará sendo construir, juntamente com nossos parceiros em Minas Gerais, oportunidades de crescimento e de prosperidade para nossos povos”.

Para maiores informações entre em contato com:

Ana Lúcia Santos, Assistente de Relações Públicas  – (31) 3338-4005