Embaixadora dos Estados Unidos no Brasil, Liliana Ayalde, e Governador José Ivo Sartori assinam Memorando de Entendimento

A embaixada dos Estados Unidos e o governo do Estado assinaram hoje (05/02) um memorando de entendimento para cooperação subnacional. O acordo prevê uma maior colaboração nas áreas de comércio e investimentos, ciência, tecnologia e inovação, segurança pública e educação e foi celebrado pela embaixadora dos Estados Unidos Liliana Ayalde e pelo  governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori.

Como primeira ação prática do memorando, a embaixadora Ayalde e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, representante do governador, irão liderar uma mesa redonda sobre cuidados da saúde, no dia 6 de fevereiro, no Palácio Piratini. O encontro contará com a participação de secretários estaduais, municipais, dirigentes de hospitais e empresas americanas líderes em tecnologia da informação para a saúde. Eles se reunirão para discutir políticas, melhores práticas e soluções tecnológicas implementadas para fazer frente aos maiores desafios do setor.

A embaixadora dos Estados Unidos, Sra. Liliana Ayalde, afirmou: “Estamos felizes em poder capitalizar logo este novo memorando de entendimento já que amanhã participaremos com o secretário Fábio Branco de uma mesa redonda sobre o setor da saúde. A saúde global é uma das principais prioridades do governo dos Estados Unidos, que investe anualmente bilhões de dólares para aprimorar os cuidados com a saúde nos Estados Unidos e no mundo. Por meio de parcerias com outros países, organizações multilaterais, empresas privadas e organizações não-governamentais, os Estados Unidos lutam para assegurar o acesso a serviços essenciais de alta qualidade. O apoio à liderança, governança, tecnologia, soluções digitais e eletrônicas aplicadas à saúde, práticas fazendo uso de tecnologias móveis (telefone ou computador) são parte da solução”.

Trabalharão em conjunto em Mesa Redonda sobre Cuidados de Saúde

A embaixadora Ayalde e o Governador Sartori do Rio Grande do Sul assinam um Memorando de Entendimento. (Foto: Consulado Geral dos EUA em São Paulo)
A embaixadora Ayalde e o Governador Sartori do Rio Grande do Sul assinam um Memorando de Entendimento. (Foto: Consulado Geral dos EUA em São Paulo)

Estados Unidos e Brasil também têm cooperação nas áreas de biotecnologia, epidemiologia, doenças infecciosas e processos de aprovação regulatórios. “Nossa duas populações de 200 milhões de brasileiros e 300 milhões de norte-americanos têm desafios parecidos e oportunidades em escala. Portanto, vemos um potencial tremendo ao aprender uns com os outros para melhorar continuamente nossos sistemas de cuidados com a saúde”, destacou a embaixadora.

“No Rio Grande do Sul, queremos agregar, unir forças para oferecermos à sociedade serviços de excelência. Para isso, duas questões são essenciais: trabalharmos em conjunto, de forma transversal entre as diversas áreas de governo e sermos inovadores, o que só é possível quando o governo trabalha integrado à sociedade, às universidades e às empresas. Saúde é um direito fundamental e promover a eficiência, nossa obrigação”, destacou o governador Sartori.

O secretário Fábio Branco citou projetos nas áreas de cooperação técnica que o Estado mantém, como o acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O programa prevê a implementação da Rede de Saúde Humana, Animal e de Ecossistemas, que contribuirá para o desenvolvimento regional sustentável, com base na inovação e no desenvolvimento científico. Na atração de investimentos para o setor de saúde, o RS instituiu crédito presumido de 30% de ICMS e de 60% para empresas que investem no RS e estão enquadradas no Fundopem. “Esses exemplos demonstram que o Rio Grande do Sul está criando um ambiente favorável à pesquisa e ao investimento, e que o tema saúde deve ser tratado sob uma abordagem holística, integrando diferentes setores para melhorar os resultados de saúde e reduzir custos.”

As quatro empresas americanas de tecnologia da informação para a saúde presentes à mesa redonda, Deloitte, IBM, Oracle e United Health Group, têm vasta experiência em desenvolver tais iniciativas. Analisar fatores de custo, incentivar comportamento e engajamento de comportamentos mais saudáveis de pacientes e recompensa para melhorias de resultados mensuráveis estão entre as questões-chave que estas empresas irão abordar.

A Embaixadora Ayalde também visitará o Parque Tecnológico da PUC-RS (TECNOPUC) e a Fundação Iberê Camargo.

Para mais informações contate:

Setor de Imprensa do Consulado Geral dos EUA em São Paulo
Fone: (11) 3250-5237 / 3250-5276
E-mail: SaoPauloImprensa@state.gov