Seções e Escritórios

Os funcionários da Embaixada desempenham funções comuns a tais operações — administrativas, consulares, econômicas, políticas e de imprensa, educação e cultura. Outras agências que são parte da Missão incluem: o Departamento de Defesa (DAO e MLO) o Departamento de Agricultura (FAS), o Departamento do Tesouro, a Agência para o Desenvolvimento Internacional (USAID), a Agência de Repressão de Narcóticos (DEA), o Departmento de Comércio (FCS) e o Departamento de Segurança Interna (DHS).

O USDA é representado no Brasil por três escritórios: o Escritório para Assuntos Agrícolas (OAA) e o Serviço de Inspeção Sanitária e Fitossanitária de Animais e Plantas (APHIS), ambos localizados na Embaixada dos Estados Unidos em Brasília, e o Escritório de Promoção de Produtos Agroindustriais dos Estados Unidos (ATO), situado em São Paulo. A localização dos dois primeiros visa facilitar a interação com o governo brasileiro sobre políticas agrícolas e questões comerciais, enquanto o último está posicionado no tradicional centro estratégico brasileiro de negócios para capitalizar em contatos com o setor privado. O Serviço de Inspeção Animal e Vegetal do USDA (APHIS) também se faz representar no Brasil, com um representante na Embaixada dos EUA para tratar de questões sanitárias e fitossanitárias (SPS).

O ATO serve como intermediário para contatos comerciais entre empresas brasileiras e americanas, oferecendo sua infraestrutura local e fornecendo serviços de consultoria gratuitos para exportadores dos EUA e importadores brasileiros interessados em lançar produtos dos Estados Unidos no mercado local. Entre os serviços que podem ser obtidos gratuitamente no escritório do ATO, estão relatórios com informações relevantes sobre commodities brasileiras, folhetos informativos sobre o mercado de alimentos e bebidas com relação a iniciativas apoiadas pelo Escritório e apoio a importadores locais que busquem informações sobre feiras de comércio e assistência para empresas americanas recém-chegadas ao mercado.

Para mais informações, favor contactar:

Escritório de Assuntos Agrícolas (OAA)
Av. das Nações, quadra 801, lote 3
70403-900 Brasília – DF
Tel: (55-61) 3312-7000
Fax: (55-61) 3312-7659
E-mail: AGBrasilia@usda.gov

Escritório de Promoção de Produtos Agroindustriais dos EUA (ATO)
Rua Henri Dunant, 700
04709-110 São Paulo – SP
Tel: (55-11) 5186-7400
Fax: (55-11) 5186-7499
E-mail: ATOSaoPaulo@usda.gov / atobrazil@usdabrazil.org.br
Home Page: www.usdabrazil.org.br

A missão do Serviço Comercial dos Estados Unidos (FCS) é promover a exportação de bens e serviços de empresas americanas e desenvolver e proteger os interesses de empresas dos Estados Unidos no Brasil e no Paraguai. Temos uma vasta rede ao nosso alcance, apoiada por mais de 1500 especialistas em indústrias internacionais e comércio exterior cujo trabalho é prover a melhor fontes de soluções customizadas para empresas americanas ( e seus parceiros brasileiros!) para fazer negócios no mercado global. Para maiores detalhes, favor visitar o site.

Eventos Comerciais

Eventos Comerciais fornecem oportunidades para os exportadores dos EUA se encontrarem com compradores internacionais, distribuidores ou representantes.

Ao organizar missões comerciais e seminários educacionais; fornecer serviços de aproximação ou de aconselhamento para exportações em shows e feiras, o governo dos Estados Unidos ajuda exportadores norte-americanos a expandir suas vendas internacionais em eventos comerciais.

A Lista de Eventos Comericiais do Export.gov para o Brasil

Esta lista inclui todas as missões e eventos comerciais patrocinados pela Administracão de Comércio Internacional do Departamento de Comércio dos EUA. A lista não inclui eventos para produtos agrícolas.

O Serviço Comercial dos EUA no Brasil é representado por 5 escritórios que atendem todas as regiões do Brasil. São eles: Belo Horizonte, Brasilia, Rio de Janeiro, São Paulo e Recife. Acesse a lista de endereços de nossos escritórios.

Serviços a cidadãos americanos

A Seção de Serviços a Cidadãos Americanos provê passaportes e serviços consulares especiais para cidadãos dos Estados Unidos. A Unidade de Benefícios Federais provê assistência com o preenchimento de formulários de Seguro Social e aposentadoria de veteranos, e benefícios de sobreviventes e invalidez.

 

Vistos

A Seção de Vistos provê serviços àqueles que querem entrar nos Estados Unidos temporariamente e àqueles que querem residência permanente ou por tempo indeterminado.

A Seção Econômica trabalha com outras agências do governo dos Estados Unidos, inclusive com o Serviço Comercial dos EUA, com o Serviço Exterior de Agricultura, o Departamento do Tesouro, a USAID, a Autoridade Federal de Aviação, entre outras, além dos nossos consulados em São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, para buscar oportunidades para aprofundar os laços bilaterais de investimentos e comércio com o Brasil no sentido de aumentar as oportunidades de negócios, criação de empregos e desenvolvimento econômico para criar mais prosperidade em ambos os países. Estamos construindo parceria com o Brasil para promover objetivos mundiais econômicos e de inclusão social, liberalização de comércio exterior e cooperação em energia.

A Seção de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia e Saúde (ESTH) apoia os objetivos dos muitos departamentos e agências do governo dos EUA nas seguintes áreas: meio ambiente, especialmente no que diz respeito à mudança climática,ao combate ao desmatamento, à mitigação da seca, e à observação da Terra; ciência e tecnologia, da cooperação em atividades espaciais à promoção de laços mais fortes entre as comunidades científicas do Brasil e dos Estados Unidos; e saúde, tanto no que diz respeito a doenças tropicais quanto às ameaças mundiais. Uma ampla gama de tratados, acordos, memorandos de entendimento, e programas de implementação provêem uma base institucional para uma cooperação extensa nas áreas da ESTH. Além disso, mecanismos consultivos bilaterais como as Reuniões da Comissão Conjunta em Ciência e Tecnologia e o Grupo de Alto Nível sobre Mudanças do Clima, para o Meio Ambiente fornecem oportunidades para rever e fortalecer os laços entre os dois países.

Tráfico Ilegal de Plantas e Animais do Brasil para os Estados Unidos

Os Estados Unidos são o maior consumidor de flora e fauna obtidos ilegalmente de outros países. O Brasil, com sua rica abundância de vida selvagem, é às vezes país fornecedor. O tráfico ilegal de plantas e animais pode violar o regime internacional de proteção das espécies ameaçadas de extinção, sob a Convenção contra o Tráfico Internacional de Espécies Ameaçadas da Fauna e Flora Silvestres (CITES) e pode constituir crime dentro da legislação doméstica dos Estados Unidos, como o Lacey Act. A Seção ESTH está interessada em informações sobre tais práticas de tráfico para os Estados Unidos de animais e plantas, incluindo madeira derrubada ilegalmente, e pode ajudar a dirigir tais informações as autoridades legais competentes.

A Seção Política assessora a Embaixadora ao administrar as relações bilaterais entre os Estados Unidos e o Brasil e é a principal interlocutora com o Ministério das Relações Exteriores numa ampla gama de temas de política externa, incluindo a promoção da democracia e dos direitos humanos, questões sociais e trabalhistas, a aplicação da lei e esforços no combate ao crime organizado internacional, o desarmamento e não proliferação nuclear, governança da internet, e temas regionais e globais de preocupação mútua.

A Seção Política é responsável por analisar e reportar ao governo dos Estados Unidos as posições oficiais do governo brasileiro sobre assuntos políticos internacionais, assim como os desdobramentos políticos no Brasil na medida em que acontecem, como as eleições, legislações pendentes significativas, etc. Além disso, a Seção Política compila informações para os relatórios do Departamento de Estado sobre direitos humanos, liberdade religiosa, tráfico de pessoas, entre outros.

A Polícia de Imigração e Alfândega (ICE) foi criada em 2003 como uma das agências do Departamento de Segurança Interna (DHS,) com a fusão de duas agências, visando os elementos investigativos e de alcance presentes na Aduana dos Estados Unidos, e no Serviço de Naturalização e Imigração.   A ICE tem mais de 20.000 servidores em mais de 400 escritórios nos Estados Unidos da América e mais de 45 Adidâncias em outros países.

O escritório da Adidância da ICE na Embaixada dos Estados Unidos da América em Brasília cobre as áreas do Brasil e da Bolívia, e está presente no Brasil desde a criação da agência.  A diretoria de Investigações Internas (HSI) e as Operações de Remoção (ERO) são as diretorias policiais representadas em Brasília. A HSI é o maior braço policial do DHS. A missão internacional da ICE está focada na expansão e fortalecimento de parcerias em todos os níveis policiais, via cooperação internacional, compartilhamento de informações e treinamento.

A missão da ICE é prevenir o movimento de mercadorias, viagens e finanças ilícitas.  Nossos escritórios internacionais são os veículos para melhorar os esforços globais para combater crimes transnacionais.

Para mais informações sobre a ICE/HSI e ICE/ERO, por favor visite o link abaixo:

http://ice.gov

Escritório do Adido do CBP – Brasil
Departamento de Segurança Interna

O escritório do Adido do DHS/CBP está no Brasil desde 07 de fevereiro de 2008. O CBP opera escritórios de Adido em 21 países ao redor do mundo. Adidos são afixados em Embaixadas e Consulados dos Estados Unidos e serve como o Chefe de Missão da Alfândega e Proteção de Fronteiras “especialistas in-house” onde eles informam e aconselham o Embaixador dos EUA ou Cônsul Geral sobre os programas e capacidades do CBP.

Os Adidos do CBP apoiam e supervisionam todos os programas do CBP na sua área de responsabilidade. Além disso, eles procuram educar as partes interessadas sobre os programas internacionais da CBP, como: a Container Security Initiative; o Programa Global Entry; Parceria Alfândega-Comércio contra o Terrorismo e vários programas de capacitação.

Além da sede na Embaixada EUA em Brasília, o CBP abriu um escritório em Santos em 22 de setembro de 2005. Ele é dedicado ao CBP – Container Security Initiative (CSI). Foi então o primeiro Porto CSI na América do Sul e o 39ª Porto CSI operacional no mundo para identificar e analisar contêineres marítimos destinado para Portos dos EUA. O CSI é o único programa multinacional no mundo a realmente identificar o principal sistema de comércio global e transporte de contêineres de ser explorado ou prejudicado por terroristas internacionais.

Em resumo, o princípio por trás do CSI é estender a zona de segurança dos EUA para fora de modo que as fronteiras dos EUA não sejam a primeira linha de defesa contra a ameaça do terrorismo, e garantir e proteger rotas de comércio de portos estrangeiros para os Estados Unidos. 

CBP Escritório de Assuntos Internacionais (INA) coordena e apoia todas as iniciativas estrangeiras, políticas, programas e atividades do CBP.

Através do desenvolvimento e manutenção de relacionamentos com parceiros internos e externos, o INA fornece assistência estrangeira que suporta os objetivos do CBP e do governo dos Estados Unidos. Priorizando o seguinte, baseado em mão-de-obra e recursos e por meio da cooperação e das relações internacionais, O INA se esforça para estender as fronteiras dos EUA através da implementação de programas e iniciativas que promovam: anti-terrorismo, não-proliferação, controle de exportação, imigração, capacitação, facilitação do comércio legítimo e de viagem e segurança na fronteira global.

Para mais informações sobre o CBP, acesse o link abaixo:

http://www.cbp.gov

A Seção de Imprensa, Educação e Cultura da Embaixada explica e advoga políticas americanas e trabalha para promover o entendimento mútuo entre as sociedades do Brasil e dos Estados Unidos. A seção age como ponto focal para a mídia, think tanks, instituições acadêmicas e culturais e aconselha a Missão sobre questões de diplomacia pública. Os dois escritórios da seção, o de Imprensa e Informação e o de Educação e Cultura, em conjunto com o Centro de Pesquisa e Documentação (IRC), são dirigidos pelo Conselheiro de Imprensa, Educação e Cultura da Missão. Eles trabalham juntos para fortalecer o relacionamento Brasil-Estados Unidos.

Escritório de Imprensa e Informação

O Escritório de Imprensa e Informação é chefiado pelo porta-voz da Embaixada. O escritório trabalha junto à mídia brasileira e internacional para prover informação oficial sobre políticas do governo dos EUA. Ele agiliza intercâmbios e visitas da mídia aos Estados Unidos e fornece informações para a mídia por meio de coletivas de imprensa, entrevistas, releases e outras formas de comunicação. Ele também administra o site público da Missão na Internet e as mídias sociais.

Se você é um jornalista e precisa de mais informações, por favor, contate as Seções de Imprensa da Missão Diplomática dos EUA no Brasil:

Embaixada dos EUA em Brasília
SES, Av. das Nações, Quadra 801, Lote 03
70403-900 – Brasília, DF
Fone: 55 (61) 3312-7687
Fax: 55 (61)  3323-1972
E-mail: imprensabrasilia@state.gov

Consulado Geral dos EUA no Rio de Janeiro
Av. Presidente Wilson, 147 – Centro
20030-020 – Rio de Janeiro, RJ
Fone: 55 (21) 3823-2169 / 55 21 3823-2119
Fax: 55 (21) 3823-2121 / 2122
E-mail: imprensario@state.gov

Consulado Geral dos EUA em São Paulo
Rua Henri Dunant, 500, Chácara Santo Antônio
04709-110 – São Paulo- SP
Fone: 55 (11) 5186-5237
Fax: 55 (11) 5181-1368
E-mail: imprensasp@state.gov

Consulado Geral dos EUA no Recife
Rua Gonçalves Maia, 163 Boa Vista
50070-060 – Recife, PE
Fone: 55 (81) 3416-3063
Fax: 55 (81) 3231-1906
E-mail: imprensarecife@state.gov

APP Belo Horizonte
Av. do Contorno, 4520 – Santa Efigênia
Belo Horizonte – MG
Fone: 55 (61) 3338-4010
E-mail: usconsulatebh@state.gov

Escritório de Educação e Cultura

O Escritório de Educação e Cultura é chefiado pelo Adido Cultural da Embaixada. O Escritório fornece ao público brasileiro entendimento sobre a política externa dos Estados Unidos e seu contexto através de seminários, conferências e palestrantes dos EUA. O escritório também oferece programas que apresentam um retrato mais amplo da sociedade dos EUA, seus valores e crenças. Ele administra os programas de intercâmbio profissional do governo dos EUA, inclusive as bolsas da Fulbright. Ele também encoraja ligações entre instituições não-governamentais brasileiras e americanas e promove a arte e literatura dos Estados Unidos no Brasil.

A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) é um órgão independente do governo federal dos EUA responsável por programas de assistência econômica e humanitária em todo o mundo. A USAID surgiu em 1961 com a assinatura do Decreto de Assistência Externa pelo então Presidente John F. Kennedy, unificando diversos instrumentos de assistência dos Estados Unidos para melhor enfocar as necessidades de um mundo em constante transformação.

A USAID no Brasil apoia os esforços brasileiros em direção ao desenvolvimento sustentável. O apoio a valores democráticos e uma política econômica voltada para o mercado aberto e o setor privado têm sido a base de sustentação de uma crescente parceria entre os EUA e o Brasil.

As prioridades da USAID no Brasil concentram-se no meio ambiente e na saúde, abrangendo questões globais como a conservação da biodiversidade e a mitigação das mudanças climáticas, e apoiando desafios na área de controle da tuberculose, malária e HIV/AIDS. Também são apoiados programas de capacitação de jovens em situação de risco para o mercado de trabalho, além do fomento a atividades de desenvolvimento econômico, responsabilidade social corporativa e uso de energias limpas.

Para mais informações sobre as atividades da USAID no Brasil, visite o site da USAID no Brasil.