Perguntas Frequentes: Exigência de teste negativo de COVID-19 ou de recuperação para entrar nos EUA de avião

Se você planeja viajar internacionalmente, faça o teste antes de viajar de avião para os Estados Unidos (EUA) ou esteja preparado para mostrar provas de um teste viral positivo recente e uma carta de seu provedor de saúde ou de um funcionário da saúde pública declarando que você foi liberado para viajar.

Em 12 de janeiro de 2021, o CDC emitiu uma ordem exigindo que todos os passageiros aéreos chegando aos Estados Unidos vindos de um país estrangeiro tenham sido testados no máximo 3 dias antes da partida do vôo e que apresentem prova do resultado negativo ou documentação de ter se recuperado da COVID-19 para a companhia aérea antes de embarcar no vôo. Esta Ordem entrará em vigor em 26 de janeiro de 2021.

Perguntas Freqüentes

Esta exigência se aplica aos cidadãos americanos

Esta Ordem se aplica a todos os passageiros aéreos que viajam para os EUA, incluindo cidadãos americanos e residentes permanentes legais.

Os estrangeiros sob a Proclamação Presidencial podem agora entrar nos Estados Unidos com um teste negativo?

Várias proclamações presidenciais estabeleceram restrições à entrada de certos viajantes nos EUA em um esforço para ajudar a retardar a propagação da doença coronavírus 2019 (COVID-19).

Com exceções específicas, os estrangeiros que estiveram em qualquer um dos seguintes países durante os últimos 14 dias não podem entrar nos EUA. Para uma lista completa dos países sob as proclamações, visite Travelers Prohibited from Entry to the United States.

Quando preciso fazer um teste para viajar para os Estados Unidos? E que tipo de teste eu preciso fazer?

Faça o teste não mais de 3 dias antes de seu vôo para os Estados Unidos partir. Certifique-se de ser testado com um teste viral (RT-PCR ou teste de antígeno) para determinar se você está atualmente infectado pela COVID-19. Certifique-se também de receber seus resultados antes da partida de seu vôo e ter a documentação de seus resultados para mostrar à companhia aérea.

E se eu me recuperei recentemente da COVID-19?

O CDC não recomenda fazer o teste novamente nos três meses após um teste viral positivo, desde que você não tenha sintomas da COVID-19. Se você fez um teste viral positivo nos últimos 3 meses, e cumpriu os critérios para terminar o isolamento, você pode viajar em vez disso com documentação dos resultados de seu teste viral positivo e uma carta de seu médico ou de um funcionário de saúde pública que declare que você foi liberado para viajar. O resultado positivo do teste e a carta juntos são referidos como “documentação de recuperação”.

Quem está verificando para ter certeza de que as pessoas têm um teste ou documentação de recuperação negativa antes de embarcar em um avião para os EUA?

A companhia aérea confirmará um resultado negativo do teste COVID-19 ou documentação de recuperação para todos os passageiros antes de embarcar.

O que acontece se eu não fizer um teste e quiser viajar para os EUA?

Os passageiros aéreos viajando para os EUA são obrigados a fornecer um resultado negativo do teste COVID-19 ou documentação de recuperação.  As companhias aéreas devem confirmar o resultado negativo do teste ou a documentação da recuperação para todos os passageiros antes de embarcar. Se um passageiro optar por não fornecer o resultado do teste ou a documentação da recuperação, a companhia aérea deve negar o embarque ao passageiro.

O que acontece se o meu teste for positivo?

As pessoas devem se isolar e atrasar sua viagem se os sintomas se desenvolverem ou se o resultado do teste antes da partida for positivo até que tenham se recuperado da COVID-19. As companhias aéreas devem recusar-se a embarcar qualquer pessoa que não apresente um resultado negativo no teste da COVID-19 ou documentação de recuperação.

O que é um resultado de teste verificável?

Um resultado de teste verificável deve ser na forma de documentação escrita (em papel ou cópia eletrônica) de um resultado de teste de laboratório. O teste deve ser realizado usando um teste viral (RT-PCR ou antígeno). A documentação do resultado do teste deve incluir informações que identifiquem a pessoa, a data de coleta do espécime e o tipo de teste. Um resultado negativo do teste deve mostrar que o teste foi feito nos 3 dias anteriores ao vôo. Um resultado positivo do teste deve mostrar que o teste foi feito dentro dos 3 meses antes do vôo.

Que tipo de documentação do resultado do meu teste eu preciso fornecer?

O CDC exige que os passageiros aéreos que chegam aos EUA tenham uma cópia impressa ou eletrônica do resultado do teste para revisão pela companhia aérea antes do embarque e para possível revisão pelos funcionários da saúde pública após a sua chegada aos EUA.

Se meu teste der negativo antes do meu vôo, eu preciso fazer outro teste quando chegar aos EUA?

O CDC recomenda que os passageiros sejam testados 3-5 dias após a viagem E fiquem em casa ou de outra forma, em quarentena por 7 dias após a viagem. Mesmo se o teste for negativo, permaneça em casa por 7 dias. Se você não for testado, é mais seguro ficar em casa por 10 dias. Siga sempre as recomendações ou exigências estaduais e locais relacionadas à viagem.

Todos os viajantes (incluindo aqueles que se recuperaram da COVID-19) devem se lembrar de usar uma máscara, ficar pelo menos 2 metros separados das pessoas que não estão em sua casa e lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos depois de assoar o nariz, tossir ou espirrar e antes de comer.  Os viajantes devem observar os sintomas da COVID-19 e medir sua temperatura se se sentirem doentes. Qualquer pessoa doente com sintomas de COVID-19 deve se isolar e retardar mais as viagens.

Para mais informações, visite After You Travel Internationally

Preciso fazer um teste antes de deixar os EUA?

O CDC recomenda que você seja testado com um teste viral (RT-PCR ou antígeno) 1-3 dias antes de viajar para o exterior. Além disso, os viajantes devem seguir quaisquer exigências em seu destino.

Quando esta ordem entra em vigor?

Esta ordem entrará em vigor em 26 de janeiro de 2021.

Esta ordem se aplica a todos os vôos?  Ou apenas aos vôos comerciais?

Esta ordem se aplica a todos os vôos, incluindo vôos particulares e aeronaves de aviação geral (vôos charter). Os passageiros que viajam de avião para os EUA são obrigados a ter provas de testes, independentemente do tipo de vôo.

A exigência de testes se aplica aos tripulantes de aeronaves?

Os tripulantes em serviço, seja trabalhando ou em status de deadhead (transporte de um membro da tripulação de vôo como passageiro ou membro não operacional da tripulação de vôo), estão isentos da exigência de teste desde que sigam os protocolos padrão da indústria para a prevenção da COVID-19, conforme estabelecido nos Alertas de Segurança para Operadores (SAFOs) relevantes emitidos pela Administração Federal de Aviação (FAA).

Se eu tiver um ou mais vôos de conexão para os EUA, o período de 3 dias se aplica ao primeiro ou ao último vôo?

Se você estiver chegando em um vôo direto para os EUA, seu teste deve ser feito dentro dos 3 dias antes de seu vôo para os EUA. Se você estiver chegando aos EUA via um ou mais vôos de conexão, seu teste deve ser feito nos 3 dias anteriores ao primeiro vôo em seu itinerário, mas somente se os vôos de conexão foram marcados dentro da mesma reserva de um único passageiro com destino final nos EUA e cada vôo não tiver mais de 24 horas de duração. Se seu vôo de conexão para os EUA foi reservado separadamente ou um vôo em seu itinerário dura mais de 24 horas, você precisará ser testado dentro dos 3 dias antes de seu vôo que chega aos EUA.

O que acontece se meu vôo estiver atrasado e ultrapassar o limite de 3 dias para testes?

Se seu vôo estiver atrasado antes da partida, você precisará ser testado novamente se o atraso fizer com que seu teste caia fora do período de teste de 3 dias antes da partida.

Se eu estiver me conectando através dos EUA com outro país, ainda precisarei fazer o teste?

Sim.  Qualquer vôo que entre nos EUA, mesmo para uma conexão, exigirá o teste antes da partida.

O que as companhias aéreas e operadoras de vôos privados ou de aeronaves de aviação geral devem fazer com os atestados de passageiros?

Os operadores de vôos privados e aeronaves de aviação geral devem manter atestados de passageiros por dois anos, de acordo com a Ordem.

As companhias aéreas e operadores de vôos privados ou aeronaves de aviação geral precisam manter cópias dos resultados dos testes dos passageiros?

Não, os passageiros devem mostrar uma cópia dos resultados de seus testes aos funcionários da empresa aérea ou ao operador da aeronave antes do embarque, mas a empresa aérea ou o operador da aeronave não precisa reter cópias dos resultados dos testes.

E se eu tiver sido vacinado contra a COVID-19?  Eu ainda preciso de um teste COVID-19 negativo ou documentação de recuperação da COVID-19?

Sim, todos os passageiros aéreos viajando para os EUA, independentemente do status da vacinação, são obrigados a fornecer um resultado negativo do teste COVID-19 ou documentação de recuperação.