Glossário de termos referentes a vistos

As palavras usadas no processo de obtenção de visto são especializadas. Elas podem não ter o mesmo significado que possuem na linguagem do dia a dia. Os termos a seguir e suas definições explicam como são usados no processo de obtenção de visto e de imigração.

Selecione a primeira letra da palavra que você quer encontrar.

 

Acompanhante (Accompanying): Tipo de visto em que os membros da família viajam com o solicitante principal (nos casos de visto de imigrante, no prazo de até seis meses da emissão do visto de imigrante para o solicitante principal).

Adoção plena e definitiva (Full and Final Adoption): Uma adoção legal, na qual uma criança recebe todos os direitos de filho(a) natural e legítimo(a). Para mais informações sobre adoções, consulte a página de Adoções.

Admissão (Admission): A entrada nos EUA é autorizada por um funcionário da Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) do DHS. Quando você vem do exterior e chega aos EUA pela primeira vez, o visto permite que você viaje para o porto de entrada e solicite permissão para entrar nos EUA. A admissão ou a entrada nos EUA de cidadãos não americanos precisa ser autorizada no porto de entrada por um funcionário da CBP que determina se você pode entrar e quanto tempo pode permanecer aqui em cada visita. Se sua entrada for permitida, quanto tempo você pode permanecer e qual classificação de imigração você recebe são mostrados como data registrada ou Duração do Status (D/S) no formulário I-94, Registro de Chegada e Saída, ou no formulário I-94W, se você vier pelo Programa de Isenção de Visto. Para mais informações, consulte o site da CBP do DHS. Se quiser permanecer mais tempo do que a data autorizada, você precisará solicitar permissão do Serviço de Cidadania e Imigração dos EUA (USCIS) do DHS.

Afiliado (Affiliated): Associado ou controlado pelo mesmo dono ou autoridade

Agência educacional local (Local Educational Agency): Escola ou distrito escolar. Também chamada Lea. Esse termo é usado para decidir os custos de ensino para estudantes do ensino médio com status de visto F-1.

Agência Estadual de Mão de Obra (State Workforce Agency): Agência ou bureau em cada estado que lida com questões de emprego e mão de obra. Para obter o endereço da agência de mão de obra em cada estado, consulte o site Certificação de Trabalho Estrangeiro do Departamento do Trabalho dos EUA.

Agente (Agent): No processamento de vistos de imigrante, o candidato seleciona uma pessoa para receber toda a correspondência relacionada com o caso e paga a taxa de processamento da solicitação de visto de imigrante. O agente pode ser o solicitante, o requerente ou outra pessoa escolhida pelo solicitante e relacionada no formulário DS-3032, Agente Escolhido e Endereço.

Ajuste de status (Adust Status): 1) Para mudar de status de visto de não-imigrante ou de outro status 2) Para ajustar o status de um residente permanente (portador de green card). Para se candidatar, veja mais informações no site do USCIS, pois se trata de um processo do Departamento de Segurança Interna (DHS).

Alocação (Allotment): A alocação de um número de imigrante a um escritório consular ou ao USCIS. Esse número poderá ser usado para emissão de visto ou ajuste de status conforme descrito na Operação do Sistema de Controle Numérico do Imigrante (PDF 127KB).

Ano Fiscal (Fiscal Year): O orçamento anual do governo dos EUA. Tem início em 1º de outubro e término em 30 de setembro do ano seguinte.

AOS: Declaração Juramentada de Sustento, formulário I-864. Documento prometendo que a pessoa que o preencher sustentará financeiramente nos EUA um solicitante de visto. Casos de imigração familiar e determinados casos de imigração com base em emprego exigem a Declaração Juramentada de Sustento I-864, que tem força legal. Todos os outros casos usam a declaração juramentada de sustento I-134. Para mais informações, consulte nossa informação I-864. Todos os outros casos usam a declaração juramentada de sustento i-134.

Apátrida (Homeless): Pessoas de países em que não tem Embaixada ou Consulado americano onde poderiam solicitar vistos de imigrante são “apátridas”. Por exemplo, o governo dos EUA não tem Embaixada no Irã. Os residentes do Irã são “apátridas” para fins de visto.

Asilado (Asylee): Pessoa que não pode voltar a seu país de origem por temor bem fundado de perseguição. A solicitação de asilo é feita ao DHS nos EUA. Para mais informações, consulte o site do USCIS.

Assuntos Educacionais e Culturais (Educational and Cultural Affairs):O Bureau de Assuntos Educacionais e Culturais (ECA) do Departamento de Estado dos EUA fomenta o entendimento mútuo entre americanos e pessoas de outros países para promover relações amigáveis, solidárias e pacíficas. O ECA administra vários programas de intercâmbio para estudantes de ensino médio, graduação e pós-graduação, para profissionais não americanos, além de outros serviços. Para mais informações, consulte o site do ECA.

Atualização de um requerimento (Upgrade a petition): Caso você se naturalize (se torne um cidadão americano), você pode pedir a alteração dos requerimentos que preencheu para seus familiares quando era residente permanente em situação legal (LPR) de uma categoria para outra. Isso é chamado de atualização. Por exemplo, um requerimento para um cônjuge será alterado/atualizado de F2 para IR1. Isto é, o requerimento muda de uma categoria de preferência com limites numéricos para uma categoria de parente imediato sem limites numéricos. O solicitante não precisa mais esperar pela data de prioridade.

Atualizar um requerimento às vezes tem consequências. Um requerimento de preferência para um cônjuge permite um status derivado para os filhos menores. Um requerimento para um parente imediato não permite. Você, o requerente, precisará preencher requerimentos separados para cada um dos seus filhos menores.

Atual/não atual (Current/non-current): Há limites numéricos para a quantidade de vistos de imigrante que podem ser concedidos a estrangeiros de qualquer país. O limite se baseia no local de nascimento, não na cidadania. Por causa dos limites numéricos, isso significa que há um tempo de espera antes de o visto de imigrante poder ser concedido. Os termos atual/não atual referem-se à data prioritária de um requerimento em processos de preferência de vistos de imigrante com relação à data limite do imigrante. Se a data prioritária for anterior à data limite de acordo com o Boletim de Vistos mensal, o caso é atual. Isso significa que o caso de visto de imigrante pode ser processado agora. No entanto, se a data prioritária for posterior à data limite, será necessário esperar mais, até que a data prioritária seja atingida (se torne atual). Para saber se um processo de preferência é atual, consulte o Boletim de Vistos ou o telefone (1-202) 663-1541.

Processos de visto de imigrante de parentes imediatos não têm limites numéricos por país, e os tempos de espera são resultado dos limites do país. Os termos data prioritária, data limite e atual/não atual não se aplicam a casos de parentes imediatos.

Autorização de trabalho (Work authorization): Se você não for um cidadão ou um residente permanente em situação legal, pode ser necessário solicitar um Documento de Autorização de Emprego para provar que você pode trabalhar nos EUA. Para mais informações, consulte a página do USCIS.

Aviso de Ação (Notice of Action): Formulário do USCIS/DHS, Aviso de Ação, formulário I-797 indicando que o USCIS recebeu um requerimento, tomou providências, aprovou ou negou um requerimento.

Aviso de Aprovação (Approval Notice): Formulário de imigração do USCIS do DHS, Aviso de Ação, formulário I-797, que diz que o USCIS aprovou um requerimento ou uma solicitação para prorrogação da permanência ou ajuste de status.

Aviso de fraude no site (Website Fraud Warning): O Escritório de Serviços de Visto do Departamento de Estado avisa ao público sobre um aumento significativo em email fraudulentos enviados a candidatos aos Programa de Loteria de Vistos. Os golpistas por trás dessas mensagens e cartas tentam se passar pelo governo dos EUA tentando extrair pagamento dos candidatos do programa. Todos os candidatos devem se familiarizar com as informações sobre esquemas de visto de diversidade fornecidas pela Comissão Federal de Comércio Exterior. Os candidatos são encorajados a revisarem as regras e procedimentos do programa para saber o que esperar, quando esperar e de quem.

Aviso de Recebimento (Receipt Notice): Um formulário de Aviso de Recebimento, I-797, do USICIS, DHS, informando que o DHS recebeu um requerimento.

Beneficiário (Beneficiary): Um solicitante de visto, como é chamado em requerimento do USCIS, do DHS.

Biométrica (Biometrics): Informação biologicamente única usada para identificar pessoas. Essa informação pode ser usada para verificar a identidade ou conferir com outras entradas na base de dados. O dado biométrico mais conhecido é a impressão digital, mas outros dados incluem reconhecimento facial e digitalização da íris. Para mais informações, consulte a página de biometria.

Cancelado sem prejuízo (Cancelled Without Prejudice): Carimbo que uma embaixada ou consulado coloca em um visto quando há um erro no visto ou ele está em duplicidade (dois vistos do mesmo tipo). Não afeta a validade de outros vistos do passaporte. Isso não quer dizer que o portador do passaporte não obterá outro visto.

Carga/carregável (Charge/Chargeable): Há limites numéricos para a quantidade de vistos de imigrante que podem ser concedidos a estrangeiros de qualquer país. Esse limite é o mesmo para todos os países. Ele se baseia no local de nascimento, não na cidadania. Quando o imigrante é “carregado”, significa que a pessoa é contada no limite numérico de determinado país. Por exemplo, um imigrante nascido na Etiópia é “carregado” na Etiópia, e portanto contado no cálculo do limite numérico desse país. Essa pessoa seria “carregada” na Etiópia, mesmo se o imigrante nascido na Etiópia descendesse de pais iemenitas e tivesse passaporte do Iêmen. Para mais informações, consulte a página do USCIS sobre o assunto.

Embora os imigrantes sejam normalmente “carregados” em seu país de nascimento, às vezes um imigrante pode requerer outro país para facilitar a imigração. Faz-se isso se ajudar o imigrante a atingir mais depressa a “data limite”. Por exemplo, suponhamos que você nasceu na Índia, mas seu cônjuge nasceu no Sudão. A “data limite” para uma pessoa nascida na Índia vem como quarta preferência na categoria familiar de imigração, antes da “data limite” para uma pessoa nascida no Sudão . Pode-se “carregá-lo” no Sudão, em vez de na Índia, e você pode usar a data limite mais favorável do Sudão. Portanto, você conseguirá imigrar antes se carregado no Sudão, em vez de na Índia.

Centro Consular de Kentucky [KCC] (Kentucky Consular Center [KCC]): Agência do Departamento de Estado dos EUA localizada em Williamsburg, Kentucky. A agência fornece apoio interno (EUA) às operações do Bureau de Assuntos Consulares do Escritório de Vistos no mundo todo. Administra o Programa de Vistos de Diversidade (DV).

Centro Nacional de Vistos [NVC] (National Visa Center [NVC]): Órgão do Departamento de Estado localizado em Portsmouth, New Hampshire. Fornece apoio às operações do Escritório de Vistos do Bureau de Assuntos Consulares no mundo todo. O NVC processa requerimentos de visto de imigrante do Departamento de Segurança Interna para pessoas que solicitarão seus vistos de imigrante em embaixadas e consulados no exterior. O centro também coleta taxas relacionadas com o processamento de vistos de imigrantes. Para mais informações, consulte a página do NVC.

Certificação de trabalho (Labor Certification): O estágio inicial do processo pelo qual certos trabalhadores estrangeiros obtêm permissão para trabalhar nos EUA. O empregador é responsável pela obtenção do certificado de trabalho do Departamento do Trabalho. Em geral o processo opera para garantir que o trabalho dos trabalhadores estrangeiros nos EUA não afetará adversamente as oportunidades de emprego, salários e condições de trabalho dos trabalhadores americanos.

Certificado de Cidadania (Certificate of Citizenship): Documento emitido pelo DHS como prova de que a pessoa é cidadã americana por nascimento (quando nascida no exterior) ou por derivação (não por naturalização). A Lei de Cidadania dos Filhos, de 2001, dá cidadania americana automaticamente a determinados filhos de cidadãos americanos nascidos no exterior. Esses filhos podem solicitar certificados de cidadania.

Certificado de Naturalização (Certificate of naturalization): Documento emitido pelo DHS como prova de que a pessoa se tornou cidadão dos EUA (naturalizado) depois da imigração para os EUA.

Cidadão de um terceiro país (Third Country National): Alguém que não é americano, nem cidadão do país do qual está solicitando visto. Suponha que você é queniano e está visitando o México. Se você solicitar um visto para visitar os EUA enquanto estiver no México, vamos considerá-lo cidadão de um terceiro país.

Coabitação (Cohabit): Morar junto sem cerimônia legal de casamento.

Código de Regulamentos Federais (Code of Federal Regulation): As informações úteis do Código de Regulamentos Federais sobre as leis que regulamentam a política de vistos dos EUA.

Co-fiador (Joint Sponsor): A pessoa que aceita a responsabilidade legal de sustentar um imigrante com uma Declaração Juramentada de Sustento I-864 juntamente com o solicitante. O patrocinador conjunto deve ter no mínimo 18 anos de idade, ser cidadão americano ou residente permanente em situação legal e ter domicílio nos EUA. O patrocinador conjunto e sua família deverão ter a renda de 125% exigida para si próprio e para o imigrante que apoia. Para mais informações, clique aqui.

Com status (In Status): É importante entender o conceito de status de imigração e as consequências da violação desse status. Conhecendo as exigências e as possíveis consequências você terá mais probabilidade de evitar problemas com a manutenção do seu status. Cada visto é emitido para um propósito particular e para uma classe específica de visitante. Cada classificação de visto tem uma série de exigências que o portador do visto deve cumprir e manter. Quem obedecer às exigências mantém seu status e garante a elegibilidade para permanecer nos EUA. Quem não obedecer às exigências viola seu status e é considerado “sem status”. Para mais informações, consulte “Sem Status” abaixo. Com status significa que você está de acordo com as exigências do seu tipo de visto conforme a lei de imigração. Por exemplo, você é um estudante estrangeiro que entrou nos EUA com um visto de estudante. Se você for um estudante de período integral e faz o seu curso de estudo e não está envolvido com emprego não autorizado, você está “com status”. Se você trabalha em período integral na loja de conveniência do seu tio e não estuda, você está “sem status”. Veja os sites do DHS e do USCIS Prorrogação da Permanência e Mudança de Status.

Cônjuge (Spouse): Marido ou esposa legalmente casado(a). Um(a) parceiro(a) que coabita não se qualifica como cônjuge para fins de imigração. Marido ou esposa por força de união estável pode ou não se qualificar como cônjuge para fins de imigração, dependendo da legislação do país onde ocorre esse relacionamento.

Data de expiração do visto (Visa Expiration Date): A data de expiração é mostrada no visto. Isso significa que o visto é válido, ou pode ser usado, a partir da data de sua emissão até seu vencimento, para viagens com o mesmo propósito, quando o visto é emitido para múltiplas entradas. Esse período de tempo entre a data de emissão e a data de expiração como mostrado no visto é chamado de validade do visto. Se você viaja com frequência como turista, por exemplo, com um visto de múltiplas entradas, você não precisa solicitar um novo visto a cada vez que quiser viajar para os EUA. Como exemplo de viagem com o mesmo propósito, se você tem um visto de visitante, ele não pode ser usado mais tarde para entrar nos EUA para estudar. A validade do visto é o período de tempo em que você tem permissão para viajar para um porto de entrada nos EUA a fim de solicitar permissão do inspetor de imigração dos EUA para entrar no país. O visto não garante a entrada nos EUA. A data de expiração do visto não deve ser confundida com o período de tempo autorizado para a sua permanência nos EUA, dado a você pelo inspetor de imigração dos EUA no porto de entrada, no Registro de Entrada e Saída, Formulário I-94, ou I-94W para o Programa de Isenção de Visto. A data de expiração do visto não tem nada a ver com o período de tempo autorizado para sua permanência nos EUA em qualquer visita em particular.

Existem circunstâncias que podem anular ou cancelar o período de validade de seu visto. Se você permanecer no país além da data autorizada, conforme determinado pelo agente de imigração do DHS no porto de entrada, ou no USCIS, então essa ação da sua parte em geral anulará ou cancelará automaticamente o seu visto. No entanto, se você preencheu uma solicitação dentro do prazo para a prorrogação de sua permanência ou para uma mudança de status, e a solicitação estiver pendente e não for abusiva, e se você não estiver trabalhando em emprego não autorizado, então normalmente isso não cancelará seu visto de forma automática. Se você solicitou alteração de status para se tornar estrangeiro residente permanente (portador de green card), você deve entrar em contato com o USCIS para obter advance parole(permissão para viajar durante o processo) antes de deixar os EUA.

Data de qualificação (Qualifying date): A data usada pelo Escritório de Vistos do Departamento de Estado para determinar quando enviar o Pacote de Instruções a um solicitante de visto de imigrante. O Pacote de Instruções informa ao solicitante quais documentos precisam ser preparados para a solicitação de visto de imigrante.

Data limite (Cut-off Date): A data que determina se um candidato a visto de imigrante de preferência pode ser agendado para entrevista de obtenção de visto de imigrante em um determinado mês. A data limite é a data prioritária do primeiro candidato que não conseguiu obter uma entrevista para obtenção de visto para um determinado mês. Os candidatos com data prioritária anterior à data limite podem ser agendados. No entanto, se a data prioritária ocorrer na data limite ou depois dela, será necessário esperar mais, até que a data prioritária seja atingida (se torne atual). Para saber se um processo de preferência é atual, consulte o Boletim de Vistos ou o telefone (202) 663-1541.

Data prioritária (Priority Date): A data prioritária determina a vez de a pessoa solicitar um visto de imigrante. Em imigração patrocinada pela família a data prioritária é a data em que o requerimento foi protocolado em um escritório do DHS ou em uma embaixada ou um consulado no exterior. Em imigração com base em emprego, a data prioritária pode ser a data em que a solicitação de certificado de trabalho foi recebida pelo Departamento do Trabalho (DOL).

Declaração juramentada de sustento (Affidavit of Support):Documento prometendo que a pessoa que o preencher sustentará financeiramente nos EUA um solicitante a obtenção de visto. Casos de imigração familiar e determinados casos de imigração por motivo de emprego exigem a declaração juramentada de sustento I-864, que tem força legal. Todos os outros casos usam a declaração juramentada de sustento I-134. Para mais informações, vá para a página do I-864. Todos os outros casos usam a declaração juramentada de sustento I-134.

Denominação/seita (Denomination/Sect): Uma comunidade ou um grupo religioso.

Departamento de Segurança Interna [DHS] (Department of Homeland Security [DHS]): O DHS é formado por três organizações principais responsáveis por políticas e procedimentos de imigração, implementação e fiscalização das leis americanas, entre outros assuntos. Essas organizações do DHS incluem Serviço de Cidadania e Imigração (USCIS), Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) dos EUA e Aplicação das Leis de Imigração e Fiscalização Aduaneira (Ice). Juntas, elas fornecem a estrutura básica para a regulamentação do fluxo de visitantes, trabalhadores e imigrantes para os EUA. O USCIS é responsável pela aprovação de todos os requerimentos de imigrante e não-imigrante, autorização para permissão de trabalho nos EUA, emissão de prorrogação de permanência, mudança ou ajuste no status do solicitante enquanto permanecer nos EUA, entre outros. A CBP é responsável pela admissão de todos os viajantes que solicitam visto de entrada nos EUA e pela determinação do prazo de permanência, no caso de o viajante ser admitido. Uma vez nos EUA, o viajante fica sob a jurisdição do DHS. Para mais informações, consulte o site do DHS.

Departamento do Trabalho (Department of Labor): Um ministério com status de gabinete do governo dos EUA, responsável pelas questões trabalhistas. É de sua responsabilidade decidir se determinados trabalhadores estrangeiros podem trabalhar nos EUA.

Diretrizes federais sobre pobreza (Federal Povery Guidelines): Veja Diretrizes sobre Pobreza. O Departamento de Saúde e Serviço Social publica anualmente uma lista informando a menor renda aceitável para que uma família de determinado tamanho não viva na pobreza. Autoridades consulares usam esses números em casos de visto de imigrante para determinar se a renda do patrocinador é suficiente para sustentar um novo imigrante, de acordo com a lei de imigração dos EUA. Para mais informações, consulte a página Diretrizes sobre Pobreza do USCIS.

Documentalmente qualificado (Documentarily Qualified): O solicitante obteve todos os documentos especificados pelo agente consular e a documentação é suficiente para cumprir as exigências de solicitação formal de visto e os procedimentos de processo do escritório consular necessários foram concluídos.

Documento de Autorização de Trabalho (Work Authorization Document [EAD]): Empregadores americanos precisam verificar e se assegurar que todos os seus empregados, independente de cidadania ou nacionalidade, têm permissão de trabalho nos Estados Unidos. Se você não for cidadão dos EUA ou residente permanente, você pode estar dentro de uma das três categorias de pessoas elegíveis para uma autorização de trabalho. Visite o site do USCIS para mais detalhes.

U.S. employers must check to make sure all employees, regardless of citizenship or national origin, are allowed to work in the United States. If you are not a U.S. citizen or a permanent resident, you may fall into one of three categories of persons who are eligible for employment authorization.

DOL: Departamento do Trabalho dos EUA. A contratação de trabalhadores estrangeiros para empregos nos EUA normalmente exige aprovação de vários órgãos governamentais. Primeiro, os empregadores devem buscar o certificado de trabalho por meio do DOL. Uma vez certificada a solicitação (aprovada), o empregador deve pedir a aprovação do USCIS para o requerimento antes da solicitação de visto.

Domicílio (Domicile): Local onde a pessoa tem sua residência principal. A pessoa deve pretender manter essa residência dentro de um futuro previsível. O patrocinador de um imigrante deve ter domicílio nos EUA antes que um visto possa ser emitido. Isso geralmente significa que o patrocinador deverá estar morando nos EUA. Em certas circunstâncias, contudo, uma pessoa pode ter o domicílio e estar vivendo temporariamente em um país estrangeiro.

Duração do status (Duration of Status): Em certas categorias de visto, como diplomatas, estudantes e intercambistas, o estrangeiro será admitido nos EUA pelo período em que estiver mantendo a atividade para a qual o visto foi emitido, em vez de ser admitido com uma data específica de saída. Isso chama-se admissão pela “duração do status”. Para estudantes, a duração do período completo em que um estudante estiver em um curso, mais o período de qualquer treinamento prático autorizado e, após isso, a data autorizada para deixar o país, é a duração do status. A duração da permanência depende do curso. Para um aluno de graduação, geralmente são quatro anos (oito semestres). Normalmente, o agente de imigração dá permissão ao estudante para permanecer nos EUA pela “duração do status”. A Duração do Status (ou D/S) é registrada no formulário I-94, Registro de Chegada e Saída. O inspetor de imigração do DHS dos EUA no porto de entrada concede aos visitantes estrangeiros (todos os cidadãos não americanos) um Registro de Chegada e Saída (um pequeno cartão branco) quando entram nos Estados Unidos. Esse cartão contém a classificação do visto e o período autorizado de permanência nos EUA. Esse registro pode ser uma data de entrada ou D/S, significando a duração do status. O I-94 é um cartão muito importante que você terá de manter, porque mostra o período de tempo que você tem permissão e foi autorizado pelo DHS a permanecer nos EUA. Para mais informações, consulte o site do USCIS.

DV: Veja Diversidade de Vistos.

Elegibilidade para benefícios públicos (Means-tested Public Benefits):Assistência de uma unidade do governo. Os benefícios incluem vale-alimentação, Medicaid, Renda Suplementar de Seguridade, Assistência Temporária a Famílias Necessitadas e Programa Federal de Seguro de Saúde Infantil.

Encargo público (Public Charge): Significa depender do governo para despesas de sobrevivência (alimento, abrigo, roupas, etc.). De acordo com a legislação de imigração americana, um solicitante é inelegível para visto se ele vier a ser um encargo público. Para mais informações sobre encargo público, consulte o site do USCIS.

Enteado[a] (Stepchild): Filho(a) menor de um casamento ou outro relacionamento anterior do cônjuge. Para que o(a) enteado(a) possa imigrar como “filho(a) menor”, o casamento que cria a relação enteado(a)/padrasto/madrasta precisa ter ocorrido antes que o(a) enteado(a) fizesse 18 anos.

Equipe médica (Panel Physician): As Embaixadas e os Consulados dos EUA que emitem vistos de imigrante selecionaram alguns médicos para examinar os solicitantes de visto de imigrante. Para mais informações consulte nossa página de Exame Médico.

ESTA: O Sistema Eletrônico para Autorização de Viagem (Esta) é um sistema livre e automático que determina a elegibilidade dos visitantes (cidadãos de 35 países participantes) para viajar aos Estados Unidos sem visto sob o Programa de Isenção de Visto (VWP). Exige-se uma aprovação válida do Esta para todas as viagens VWP aos EUA. As solicitações ao Esta podem ser submetidas em qualquer ocasião antes da viagem, embora a recomendação seja de que os viajantes as providenciem quando iniciam os preparativos dos planos de viagem. Para saber se você pode viajar pelo VWP, e, portanto, se precisa de autorização do Esta, consulte, neste site, a página Programa de Isenção de Visto. Para mais informações sobre o Esta e/ou solicitação, veja a página do Esta do Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras do DHS.

Estrangeiro (Alien): Nativo de outro país que não é cidadão dos EUA.

Estrangeiro Residente Permanente em Situação Legal [LPRA](Lawful Permanent Resident Alien [LPRA]): Residente permanente em situação legal.

Exigência de presença física de dois anos no país de origem (Two Year Home-Country Physical Presence Requirement): Refere-se a intercambistas (J) que são obrigados a voltar para seu país de origem por dois anos ao fim do programa de intercâmbio, conforme previsto pela lei de imigração dos EUA. Para mais informações, consulte a página do Intercambista.

Extinção de um processo (Termination of a Case): Se o solicitante deixar de responder à correspondência com perguntas enviada por sua embaixada ou seu consulado, terá início a extinção de sua solicitação de visto. A embaixada ou o consulado enviarão primeiro uma Carta de Acompanhamento e um Pacote de Instruções para o solicitante. Se o solicitante não responder dentro de um ano, será enviada uma carta de encerramento. Nesse ponto, o solicitante tem mais um ano para ativar seu processo de visto de imigrante. Se não houver resposta dentro de um ano, o processo será extinto. Antes que o tempo previsto tenha decorrido, o solicitante pode interromper a extinção de um processo notificando a embaixada ou o consulado que não deseja que o processo seja encerrado (extinto).

Filho(a) maior (Son/daughter): Nos termos da legislação de imigração, um(a) filho(a) menor se torna filho(a) maior quando faz 21 anos ou se casa. Um(a) filho(a) maior precisa já ter se enquadrado na definição de filho(a) menor segundo a legislação de imigração.

Filho(a) menor (Child): Filho(a) solteiro(a) menor de 21 anos. Um(a) filho(a) pode ser natural, enteado(a) ou adotivo(a). Se o(a) filho(a) for um(a) enteado(a), o casamento entre o pai ou a mãe e o(a) cidadão(ã) americano(a) precisa ter ocorrido quando o(a) filho(a) era menor de 18 anos. Se o(a) filho(a) for adotivo(a), precisa ter sido adotado(a) em processo de adoção plena e definitiva quando era menor de 16 anos, e precisa ter morado com esse pai ou essa mãe, sob sua custódia legal, por dois anos no mínimo. Um(a) órfão(ã) pode se candidatar a filho(a) se tiver sido adotado(a) no exterior por cidadão(ã) americano(a) ou se o pai ou mãe que é cidadão(ã) americano(a) deu entrada a um requerimento de visto feito por um parente imediato (IR) para que o(a) menor órfão(ã) fosse para os EUA para ser adotado(a) por esse(a) cidadão(ã) americano(a).

Em determinados processos de visto, um(a) filho(a) continua a ser classificado(a) como filho(a) menor após atingir 21 anos, se requerimento em seu favor foi protocolado quando ele(a) ainda era menor de 21 anos. Por exemplo, um(a) filho(a) menor com visto IR-2 de cidadão(ã) americano(a) continua filho(a) menor depois de atingir 21 anos se o requerimento em seu favor foi protocolado em ou depois de 6 de agosto de 2002, quando ele(a) ainda era menor de 21 anos. O(A) filho(a) menor precisa atender a outros requisitos de menor, conforme relacionado acima.

Filho menor adotivo (Adopted Child): Menor de 21 anos solteiro, adotado com menos de 16 anos e que ficou sob custódia legal e morou com o(s) pai(s) adotivo(s) durante pelo menos dois anos. Essas regras não se aplicam a órfãos adotados por cidadãos americanos. A sentença de adoção deve dar ao/à filho(a) menor todos os direitos de filho(a) natural. Para mais informações sobre adoção, consulte a página de adoção do Departamento de Estado (DOS).

Green card (Green Card): Um cartão do tamanho de uma carteira, mostrando que a pessoa é residente permanente em situação legal (imigrante) nos EUA. É também conhecido como cartão de residente permanente (PRC), cartão de recebimento de registro de estrangeiro e I-551. Anteriormente era de cor verde. Para mais informações, consulte o site do USCIS.

I-94(W): O Registro I-94 Chegada/Saída para viajantes não-imigrantes ou I-94W (Green) para viajantes do Programa de Isenção de Visto. Quando você é admitido, o agente da CBP no porto de entrada dos EUA carimbará seu passaporte e emitirá um formulário I-94 ou I-94W preenchido para você, que indica o período que você está legalmente autorizado a permanecer no país. Para mais informações, clique aqui.

I-551 [Green Card]: Cartão de residência permanente ou cartão de recebimento de registro de estrangeiro ou “green card“. Veja Residente Permanente em Situação Legal.

Imigração para seguir a família (Following to Join): Um tipo de status de visto derivado quando o membro da família obtém o visto após o solicitante principal.

Imigração preferencial (Preference Immigration): Sistema para determinar quais pessoas poderão imigrar para os EUA dentro dos limites de imigração estabelecidos pelo Congresso, e quando. Imigração preferencial para familiares baseia-se no status do requerente (cidadão americano ou residente permanente em situação legal) e seu relacionamento com o solicitante. Para mais informações, consulte a página Imigração Patrocinada pela Família. Com relação à imigração por motivo de emprego, a preferência é baseada nas qualificações do solicitante e nas necessidades de mão de obra dos EUA. Para mais informações consulte a página Imigração com Base em Emprego.

Imigrante especial (Special Immigrant): Categoria especial de visto de imigrante (E-4) para pessoas que perderam sua cidadania por força do casamento; pessoas que perderam a cidadania por ter servido em forças armadas estrangeiras; determinados médicos formados em faculdades estrangeiras; imigrantes do Canal do Panamá; e alguns outros. Para mais informações, consulte a página Viúvos, investidores e exilados.

Imigrante patrocinado (Sponsored Immigrant): Um imigrante que tem uma declaração juramentada de sustento feita para ele.

INA: Veja Lei de Imigração e Nacionalidade.

Inelegível/Inelegibilidade (Ineligible/Ineligibility): As leis de imigração determinam que certas condições e ações proíbem a pessoa de entrar nos EUA. Essas condições e atividades são chamadas de inelegibilidades, e o solicitante é inelegível para fins de visto (não pode obtê-lo). Exemplos são venda de drogas, tuberculose ativa, ser terrorista e usar de fraude para obter visto. Para mais informações, consulte Classes de estrangeiros inelegíveis para receber visto.

Irmãos (Sibling): Irmão ou irmã.

Isenção de inelegibilidade (Waiver of Ineligibility): De acordo com a lei de imigração, determinados estrangeiros não podem se candidatar a visto para entrar nos EUA devido a problemas ou atividades médicas, criminosas, relacionadas com a segurança ou outras. Alguns candidatos a visto podem solicitar permissão para entrar nos EUA apesar da inelegibilidade. O candidato deve solicitar permissão para entrar nos EUA (isenção). Para mais informações, consulte Classes de estrangeiros inelegíveis para receber visto.

Isenção de parecer consultivo [Visto “J”] de Solicitação de Residência no Exterior, INA 212[e] (Advisory Opinion [“J” Visa] Waiver of Foreign Residence Requirement, INA 212 [e]): Um visto J-1 /DS 2019 ou formulário IAP 66 terá uma declaração no canto inferior esquerdo do formulário, como segue: “O portador está sujeito ou não à seção 212(e). A regra dos dois anos se aplica (ou não) a (nome do país)”. Esse é um endosso preliminar do funcionário consular ou diretor de imigração com relação à seção 212(e) da INA. Quando um portador de visto J-1 (ou seu procurador) indaga se a Solicitação de Residência no Exterior nos termos da INA 212(e) se aplica a determinado portador de visto J-1, uma solicitação de parecer consultivo é então encaminhada à Divisão de Análise de Isenção do Departamento de Estado. Para mais informações – Veja os “Procedimentos para Qualificação e Solicitação” e as seções “Perguntas frequentes” nas páginas da internet Isenção – Solicitação de Residência no Exterior.

Isenção de exigência de residência no país de origem por dois anos para visitantes de intercâmbio J-1 (Waiver of Two-Year Home-Country Physical Presence Requirement for J-1 Exchange Visitors): Certos visitantes de intercâmbio (J-1) estão sujeitos à exigência de presença física por dois anos no país de origem ao fim do seu programa de intercâmbio. Essa exigência também é chamada de exigência de residência no exterior na Lei de Imigração e Nacionalidade, Seção 212(e). Se você não tiver condições de retornar ao país de origem para cumprir com essa exigência, você precisa obter uma declaração de isenção aprovada pelo Departamento de Segurança Interna antes de alterar seu status nos Estados Unidos ou antes de solicitar um visto para certas categorias de viagens aos EUA.

Isenção fiscal (Tax-exempt): Situação prevista em lei segundo a qual rganizações ou pessoas de determinadas áreas de atuação não têm de pagar os impostos normalmente devidos por cidadãos e empresas. Organizações religiosas quase sempre são isentas de impostos.

Isenção por Interesse Nacional (National Interest Waiver): Para médicos que trabalham em uma área em que não há trabalhadores da saúde adequados ou que trabalham em agências para Assuntos de Veteranos de Guerra. Esses médicos podem entrar com requerimento de visto de imigrante para eles mesmos sem primeiro solicitar um certificado de trabalho.

IV: Visto de Imigrante

Jurisdição (Jurisdiction): Autoridade para aplicação da lei em determinado território ou região. Por exemplo, o escritório INS do distrito na área onde a pessoa mora tem jurisdição ou autoridade para decidir sobre um requerimento de noivo(a).

LEA: Veja agência educacional local.

Legitimação (Legitimation): O processo legal que um pai natural pode usar para reconhecer legalmente seus filhos nascidos fora do casamento. Uma criança legitimada pode ser um(a) “filho(a) menor” conforme a lei de imigração e sob as condições a seguir:

  • a legitimação foi realizada de acordo com a lei da residência da criança ou da residência do pai;
  • o pai provou (estabeleceu) que é pai natural da criança;
  • a criança era menor de 18 anos; e
  • a criança estava sob custódia legal do pai que a legitimou quando ocorreu o processo legal de legitimação.

Lei de Imigração e Nacionalidade [INA] (Immigration and Nationality Act [INA]): Lei de imigração americana. A Lei de Imigração e Nacionalidade, ou INA, foi criada em 1952, Lei Pública nº 82-414. A INA recebeu muitas emendas no decorrer do tempo, mas ainda é a estrutura básica da lei de imigração. Para mais informações, consulte INA.

Lei Life (LIFE Act): Lei de Imigração Legal e Igualdade Familiar (Life) e emendas.Essa lei do Congresso permite que cônjuges estrangeiros de cidadãos(ãs) americanos(as), os filhos desses cônjuges estrangeiros e os cônjuges e filhos de certos residentes permanentes em situação legal (LPR) venham para os EUA para completar o processamento de sua residência permanente. Essa Lei entrou em vigor em 21 de dezembro de 2000.

Leis [leis relacionadas a imigração e visto] (Laws [Immigration and visa related laws]): Informações úteis do Código de Regulamentações Federais sobre as leis que regulamentam a política de vistos dos EUA.

Lei de Reautorização de Proteção às Vítimas de Tráfico William Wilberforce (William Wilberforce Trafficking Victims Protection Reauthorization Act): Panfleto informando sobre os direitos do portador de visto de não-imigrante de algumas categorias de visto de trabalho e estudo (especificamente A-3, G-5, NATO-7, B-1 domestic employees, H-1B, H-1B1, H-2A, H-2B, e J-1). O governo dos EUA criou este panfleto para promover a lei acima mencionada (Public Law 110-457), que reafirma e reforça o compromisso doss governo dos EUA de combater o tráfico humano e abusos trabalhistas em todas as suas formas.

Lista de conhecimentos especializados (Skills List): Lista de conhecimentos especializados de visitantes de intercâmbio (Vistos J) é uma relação de conhecimentos especializados considerados necessários para o desenvolvimento do país de origem de um intercambista. Quando você concorda em participar de um Programa de Intercâmbio, se a sua especialização constar da lista de conhecimentos especializados do seu país você está sujeito à exigência de dois anos de residência estrangeira (presença física no país de origem), que exige que você retorne ao seu país de origem por dois anos quando terminar o seu programa de intercâmbio, nos termos da lei americana. Para mais informações, consulte a página Visitante de Intercâmbio.

Lista de conhecimentos especializados de intercambistas (Exchange Visitor Skills List): A Lista de conhecimentos especializados de intercambistas (Visto J) é uma lista de habilidades e áreas de conhecimento especializado consideradas necessárias para o desenvolvimento do país de origem de um intercambista. Quando você concorda em participar de um Programa de Intercâmbio, se seus conhecimentos especializados constam da Lista de Conhecimentos Especializados de seu país, você estará sujeito à residência de dois anos no estrangeiro (presença física no país de origem) que, de acordo com a lei dos EUA, exige que você retorne ao seu país de origem por dois anos no final do seu programa de intercâmbio. Para mais informações, consulte a página Visitantes de Intercâmbio.

Loteria (Lottery): Veja programa de vistos de diversidade.

LPR ou LPRA: Veja residente permanente em situação legal (LPR).

Manual de Relações Exteriores [9 FAM] (Foreign Affairs Manual [9 FAM]): O Manual de Relações Exteriores 41 diz respeito aos vistos de não-imigrantes. O Capítulo 42 abrange vistos de imigrantes. O Capítulo 40 do FAM 9 diz respeito às inelegibilidades ao visto e isenções. Para mais informações, consulte o site FAM relacionados a vistos.

Manutenção do status (Maintain status): Para cumprir as exigências do status de visto e obedecer quaisquer limitações sobre duração da permanência.

MRV: Veja Vistos com Leitura Óptica.

Mudança de status (Change Status): Se aprovado pelo USCIS, para alguns tipos de vistos é permitido mudar de um status de visto de não-imigrante para outro status de visto de não-imigrante enquanto a pessoa estiver nos EUA. As solicitações de mudança de status precisam ser feitas para o USCIS, do DHS, pelo portador do visto. Para mais informações, consulte Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos, do DHS. O USCIS determina se a solicitação é aprovada ou rejeitada.

Nafta: Acordo de Livre Comércio da América do Norte.

Nativo (Native): Uma pessoa nascida em um país específico é nativo desse país.

Naturalização (Naturalization): Um cidadão que adquire nacionalidade de um país após o nascimento. Ou seja, a pessoa não se tornou um cidadão por nascimento, mas por procedimentos legais. Para mais informações, consulte o site do USCIS.

Noivo[a] (Fiance[e]): Uma pessoa que planeja ou é contratada para casar-se com outra pessoa. Noivos(as) de cidadãos(ãs) americanos(as) podem entrar nos EUA com um visto K-1 para casar-se com o(a) cidadão(ã) americano(a). Para mais informações, consulte a página Noivo/Noiva.

NSEERS: Sistema de Segurança Nacional de Registro de Entrada e Saída, também conhecido como Registro Especial, entrou em vigor após o 11 de Setembro de 2001, com o objetivo de manter um acompanhamento daqueles que entram e saem do nosso país, a fim de salvaguardar os cidadãos americanos e as fronteiras dos EUA. Para mais informações, consulte o site da Imigração e Fiscalização Aduaneira.

Número do processo (Case Number): O Centro Nacional de Vistos (NVC) dá um número de processo a cada requerimento de imigrante. Esse número tem três letras seguidas de dez dígitos (algarismos). As três letras são uma abreviação da embaixada ou do consulado no exterior que processará o processo do visto de imigrante (por exemplo, GUZ para Guangzhou, CDJ para Ciudad Juarez).

Os dígitos informam exatamente quando o NVC criou o processo. Por exemplo, um processo com o número MNL2001747003 seria um caso atribuído à Embaixada dos EUA em Manila. 2001 é o ano em que o NVC recebeu o processo do USCIS (antigo INS). A data juliana é 747 mais 500, então esse processo foi criado em 4 de setembro de 2001, o 247odia do ano. O 003 indica que foi o terceiro processo criado para Manila nesse dia. Esse número de processo não é o mesmo que o número de recebimento do USCIS, escrito no Aviso de Ação, formulário I-797 do USCIS. Uma seção consular no exterior não pode encontrar um processo se o que você tiver for apenas o número de recebimento do USCIS.

Número na ordem de classificação (Rank Order Number): O número que o Centro Consular de Kentucky atribui às inscrições no Programa DV (loteria) conforme seleção por computador. As primeiras inscrições selecionadas têm os números mais baixos. O Escritório de Vistos do Departamento de Estado dá às inscrições vencedoras uma chance de solicitar imigração de acordo com o seu número na ordem de classificação para a sua região. Para mais informações sobre o Programa de Loteria de Vistos de Diversidade, consulte nossa página na internet Programa DV.

Números de vistos (Visa Numbers): O Congresso estabelece o volume de imigração a cada ano. A imigração para parentes imediatos é ilimitada; no entanto, categorias de preferência são limitadas. Para distribuir vistos de maneira equitativa entre todas as categorias de imigração, o Escritório de Vistos do Departamento de Estado distribui os vistos fornecendo números de vistos de acordo com a preferência e a data de prioridade. Para obter mais informações sobre como esses números são definidos a cada mês, consulte a página Operação do Sistema de Controle Numérico do Imigrante (PDF 126 KB).

NVC: Veja Centro Nacional de Vistos.

Ocupações com classificação “A” (Schedule “A” Occupations): O Departamento do Trabalho (DOL) concedeu ao DHS autoridade para aprovar certificados de trabalho para essas ocupações. Essas ocupaçõessão fisioterapeutas, enfermeiros profissionais e pessoas com capacitação excepcional em Ciências e Artes.

Órfão (Orphan): Uma criança que não tem pais por motivo de morte, desaparecimento, deserção ou abandono dos pais. Uma criança também pode ser considerada órfã se a mãe for solteira ou se só tiver a mãe ou o pai vivo que não possa cuidar dela e a tenha deixado irrevogavelmente (permanentemente) para adoção e emigração. Os pais adotivos precisam garantir que o(a) filho(a) menor se enquadra na definição legal de “órfão(ã)” antes de adotar uma criança de outro país. Para mais informações, consulte a página  Adoções.

O que é um visto (What is a visa): Um cidadão de um país estrangeiro que deseje entrar nos Estados Unidos precisa geralmente obter um visto, que é colado no passaporte do viajante, um documento de viagem emitido pelo país do qual o viajante é cidadão.

Certos viajantes internacionais podem ser elegíveis a viajar aos Estados Unidos sem visto, se eles preencherem os requisitos do programa de isenção de vistos. A seção de vistos deste site tem todas as informações para cidadãos estrangeiros que queiram viajar aos Estados Unidos.

Pacote de agendamento (Appointment Package): A carta e os documentos que informam o solicitante sobre a data da entrevista para obtenção de visto de imigrante. Inclui formulários que o candidato precisa preencher antes da entrevista e instruções sobre como deixar tudo pronto para a entrevista.

Pai/mãe sobrevivente (Surviving Parent): O pai ou a mãe sobrevivente de um(a) filho(a) menor quando o outro progenitor estiver morto e o sobrevivente não tenha se casado novamente.

Parecer consultivo (Advisory Opinion): Parecer com relação a um ponto da lei pelo Escritório de Serviços de Visto do Departamento de Estado, Washington, DC. Esse parecer seria em resposta a uma pergunta de uma embaixada ou um consulado sobre interpretação da lei de imigração ou em resposta a uma solicitação de análise da correção legal da recusa de um visto de um solicitante ou seu representante.

Parente imediato (Immediate Relative): Cônjuge, viúvo(a) e filhos(as) solteiros(as) com menos de 21 anos de cidadão(ã) americano(a). Um pai ou uma mãe é um parente imediato se o(a) cidadão(ã) americano(a) tiver 21 anos de idade ou mais. Não há limites numéricos para imigração de parentes imediatos.

Passaporte com leitura óptica [MRP] (Machine Readable Passport [MRP]): Um passaporte contendo informações biográficas inseridas na página de dados, de acordo com especificações internacionais. Um passaporte com leitura óptica é exigido para viajar com visto do Programa de Isenção de Visto. Para mais informações sobre as exigências, consulte o Programa de Isenção de Visto (VWP).

Patrocinador (Sponsor): 1) Uma pessoa que preenche e apresenta um requerimento de visto de imigração. Outro nome para patrocinador é requerente, OU 2) uma pessoa que faz uma declaração juramentada de sustento (I-864) para um solicitante de visto de imigrante.

Perda de status (Lose status): Permanecer nos EUA além do período concedido pelo DHS à pessoa quando ela entrou nos EUA, ou deixar de cumprir as exigências ou violar os termos da classificação de visto. A pessoa se torna “sem status”. Por exemplo, você entrou nos EUA com visto de estudante para estudar em uma universidade. Você trabalha na loja de conveniência de seu tio sem autorização e não estuda. Você perdeu o status. Você está sem status.

Permanência além do período permitido (Overstay): Uma “Permanência além do período permitido” ocorre quando um visitante permanece nos EUA além da data indicada em seu cartão de Entrada/Saída (I-94). Uma violação do período de admissão definido pela CBP pode torná-lo inelegível para um visto no futuro. Veja sem status.

Permissão de retorno (Re-entry Permit): Um documento de viagemque o DHS emite para residentes permanentes em situação legal (LPRs) que queiram ficar fora dos EUA por mais de um ano e menos de dois anos. O LPR que não conseguir um passaporte do seu país de origem também pode solicitar uma permissão de retorno. Pode-se carimbar vistos para países estrangeiros em uma permissão de retorno.

Permissão para viajar durante o processo (Advance Parole).Permissão para retornar aos EUA após viajem ao exterior concedida pelo DHS antes da saída dos EUA. As seguintes categorias de pessoas podem precisar de advance parole: pessoas com visto K-1, solicitantes de asilo, pessoas em liberdade condicional, pessoas com Status de Proteção Temporária (TPS) e algumas pessoas tentando ajustar o status enquanto estão nos EUA. Se essas pessoas não solicitarem advance parole antes de sair dos EUA, podem ficar impossibilitadas de voltar. Para mais informações, consulte o USCIS, do DHS.

Poligamia (Polygamy): Ter mais de um(a) esposo(a) ao mesmo tempo. A poligamia é ilegal nos termos da legislação americana.

Porto de entrada (Port of Entry): O local (geralmente um aeroporto) onde uma pessoa solicita admissão nos EUA ao oficial da CBP do DHS. Para mais informações, consulte o site da CBP.

Posto (Post): Embaixada, Consulado ou outra missão diplomática dos EUA no exterior. Nem todas as Embaixadas, Consulados e missões dos EUA são postos de emissão de vistos. Consulte a lista de Embaixadas, Consulados e Missões dos EUA

Presença física (Physical Presence): O lugar onde uma pessoa está de fato localizada fisicamente.

Primeira preferência (First Preference): A categoria de imigração patrocinada pela Família (F1) para filhos(as) maiores e solteiros(as) de cidadãos americanos, e seus/suas filhos(as) menores. Para mais informações, consulte a página Imigração Patrocinada pela Família.

Primeira preferência familiar (Family First Preference): Uma categoria de imigração patrocinada pela família (F1) para filhos(as) maiores e solteiros(as) de cidadãos americanos, e seus filhos(as) menores. Para mais informações, consulte o site Imigração Patrocinada pela Família.

Processamento administrativo (Administrative Processing): Algumas solicitações de visto exigem processamento administrativo posterior, que consome tempo adicional de um funcionário consular depois da entrevista com o solicitante de visto. Os candidatos são avisados dessa exigência quando fazem a solicitação. Para mais informações, consulte nossa página na internet Processamento administrativo.

Programa de Diversidade de Vistos (Diversity Visa Program): O Departamento de Estado realiza uma loteria anual para imigração para os EUA. A cada ano, até 55 mil imigrantes oriundos de países com baixas taxas de imigração para os EUA podem entrar no país. Veja nossas informações em Programa de Diversidade de Vistos.

Programa de Isenção de Visto [VWP] (Visa Waiver Program [VWP]):Os cidadãos dos países participantes que atenderem às exigências do Programa de Isenção de Visto podem receber permissão para entrar nos EUA como visitantes de turismo ou negócios sem primeiro obter um visto. Os visitantes podem ficar apenas 90 dias e não podem prorrogar sua permanência. Para mais informações, consulte o Programa de Isenção de Visto.

Programa de Serviço Voluntário (Voluntary Service Program): Projeto organizado por organização religiosa ou filantrópica sem fins lucrativos para ajudar a população pobre ou carente ou para contribuir com uma causa religiosa ou filantrópica. Os participantes podem se qualificar para vistos B.

Quarta preferência familiar (Family Fourth Preference): Uma categoria de imigração patrocinada pela família (F4) para irmãos e irmãs de cidadãos americanos, e seus cônjuges e filhos(as) menores. O(A) cidadão(ã) americano(a) deve ter 21 anos de idade ou mais para poder fazer um requerimento. Antes de 1992, essa categoria era conhecida como quinta preferência (P-5). Para mais informações, consulte a página Imigração Patrocinada pela Família.

Refugiado (Refugee): Uma pessoa que tem fortes razões para temer ser perseguida se voltar a seu país de origem. Ela faz uma solicitação para vir para os Estados Unidos em outro país e entra nos EUA como refugiada. Para mais informações, consulte o site Refugiado do USCIS, DHS.

Renda familiar (Household income): A renda usada para determinar se um patrocinador satisfaz a exigência de renda mínima de acordo com a Seção 213A da Lei de Imigração e Nacionalidade (INA) para alguns casos de visto de imigrante.

Requerimento para órfão (Orphan Petition): Formulário I-600

Residentes de retorno (Returning Residents): Residentes permanentes em situação legal que querem retornar aos EUA após permanência no exterior por mais de um ano ou até depois da data de expiração de sua permissão de retorno. Para mais informações, consulte nossa página na internet Vistos para Residentes de Retorno.

Residente permanente (Permanent Resident): Ver “Residente Permanente em Situação Legal”.

Residente Permanente em Situação Legal [LPR] (Lawful Permanent Residente [LPR]): A pessoa que imigrou legalmente, mas não é cidadão americano. Essa pessoa foi admitida nos EUA como imigrante e tem um Cartão de Residente Permanente, formulário I-551 (anteriormente chamado de Cartão de Registro de Estrangeiro, também conhecido comogreen card). Um cartão do tamanho de uma carteira, mostrando que a pessoa é residente permanente em situação legal (imigrante) nos EUA. Para mais informações sobre Residentes Permanentes em Situação Legal, inclusive como substituir ou renovar o Cartão de Residente Permanente, consulte o site do USCIS. Para mais informações sobre entrada nos EUA, consulte o site da CBP. Essa pessoa poderá também ser chamada de residente permanente em situação legal, portador de green card, estrangeiro residente permanente, estrangeiro residente permanente em situação legal (LPRA) ou portador de permissão de estrangeiro residente.

Retrocesso (Retrogression): Às vezes, um processo que é atual em determinado mês, não o será no mês seguinte. Isso ocorre quando o limite numérico anual foi atingido. Isso geralmente acontece perto do fim do ano fiscal (de 1º de outubro a 30 de setembro do ano seguinte). Quando o novo ano fiscal tem início, o Escritório de Vistos recebe um novo lote de números de vistos e geralmente retrocede as datas limite para a data indicada anteriormente, antes do retrocesso.

Revalidação ou renovação de visto (Revalidation or Renewal of a Visa): Solicitantes de visto de não-imigrante que possuem um visto atualmente e buscam renová-lo ou revalidá-lo para uma viagem aos EUA no futuro devem fazer a solicitação no exterior, geralmente em seu país de residência. As exceções são as renovações e revalidações de vistos A, G, de diplomata e funcionário da Otan (exceto A-3, G-5 e Otan 7), cujo processamento continua a ser feito em Washington e na Missão dos EUA nas Nações Unidas em Nova York. Para mais informações, consulte Renovação de visto.

Revogação de visto (Revocation of a Visa): Cancelamento de um visto. O visto não tem mais validade para viagem aos EUA.

SAW: Veja Trabalhador agrícola especial.

Seção 213A: Uma seção da Lei de Imigração e Nacionalidade (INA) que estabelece que os patrocinadores têm a obrigação legal de sustentar os imigrantes que querem trazer (patrocinar) para os EUA. Eles precisam preencher o formulário I-864, Declaração Juramentada de Sustento .

Segunda preferência familiar (Family Second Preference): Uma categoria de imigração patrocinada pela família (F2) para cônjuges, filhos(as) menores e filhos(as) maiores solteiros(as) de residentes permanentes em situação legal. Para mais informações, consulte o site Imigração Patrocinada pela Família.

Sem status (Out of Status): Um visto americano permite ao portador solicitar entrada nos EUA em uma determinada classificação, para um propósito específico. Por exemplo, estudante (F), visitante (B), trabalhador temporário (H). Cada visto é emitido para um propósito determinado e para uma classe específica de visitante. Cada classificação de visto tem um conjunto de requisitos que o portador do visto precisa cumprir e manter. Quando você chega aos EUA, um inspetor da Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) do Departamento de Segurança Interna (DHS) determina se você será admitido, bem como o período e as condições de sua permanência nos EUA. Ao ser admitido, você recebe um formulário I-94 (Registro de Entrada/Saída), que lhe informa quando você deverá deixar os EUA. A data outorgada no cartão I-94 no aeroporto determina quanto tempo você poderá ficar nos EUA. Se você não cumprir os requisitos e ficar mais tempo do que o determinado ou se envolver em atividades não permitidas para o seu tipo de visto, você estará violando seu status e será considerado “sem status”. É importante entender o conceito de status de imigração e as consequências da violação desse status. Não manter o status pode resultar em prisão, e os infratores podem ser obrigados a deixar os EUA. A violação de status também pode afetar a perspectiva de readmissão nos EUA por um período determinado, tornando a pessoa inelegível para um visto. A maioria das pessoas que violam os termos de seu status ficam legalmente proibidas de retornar aos EUA durante alguns anos. Para mais informações, consulte a página com a Data de Expiração do Visto.

Serviço de Imigração e Naturalização [INS] (Immigration and Naturalization Service [INS]): Agência do Departamento de Justiça que existia anteriormente e era responsável por imigração e naturalização. O INS recebeu outro nome e tornou-se parte do DHS em 1º de março de 2003. Para mais informações, consulte o site do DHS.

Solicitação de condição de trabalho [LCA] (Labor Condition Application [LCA]): Uma solicitação ao Departamento do Trabalho para um trabalhador estrangeiro trabalhar nos EUA.

Solicitante [de visto]) (Applicant [Visa]): Cidadão estrangeiro que está solicitando visto de não-imigrante ou de imigrante para os EUA. O solicitante do visto pode também ser chamado de beneficiário de vistos baseados em requerimento.

Solicitante principal (Principal Applicant): A pessoa nomeada no requerimento. Por exemplo, um cidadão americano pode apresentar um requerimento de imigração para os EUA para sua filha casada. Sua filha será a solicitante principal e os familiares dela receberão vistos derivados de sua posição. Eles receberão status derivado. Ou uma empresa pode apresentar um requerimento para um trabalhador. O trabalhador é o solicitante principal. Seus familiares terão status derivado.

Status derivado (Derivative Status): A obtenção de um status (visto) por meio de outro solicitante, conforme previsto na lei de imigração para certas categorias de visto. Por exemplo, o cônjuge e os filhos menores de intercambista (portador de visto J), terão status derivado como portador de visto J-2. O status derivado só é possível se o solicitante principal obtiver um visto.

SWA: Veja Agência Estadual de Mão de Obra.

Terceira preferência familiar:(Third Preference): Categoria de imigração familiar (F3) para filhos(as) casados(as) de cidadãos americanos e seus cônjuges e filhos(as) menores. Antes de 1992, era conhecida como quarta preferência (P-4). Para mais informações, consulte nossa página na internet Imigração Patrocinada pela Família.

Trabalhador agrícola especial (Special Agricultural Worker):Trabalhadores rurais do setor de produtos perecíveis que trabalharam por um período de tempo específico e conseguiram status de residente permanente em situação legal, conforme a Lei de Reforma e Controle da Imigração, de 1986.

Trabalhador leigo (Lay Worker): A pessoa que trabalha em organização religiosa, mas não é membro do clero formal.

Trabalhador temporário (Temporary Worker): Trabalhador estrangeiro que vá trabalhar nos EUA por um período limitado de tempo. Algumas classes de visto para trabalhadores temporários são H, L, O, P, Q e R. Se você pretende vir para os EUA na condição de trabalhador temporário nos EUA (vistos H, L, O, P e Q), seu potencial empregador deve preencher um requerimento no Serviço de Cidadania e Imigração dos EUA (USCIS), do Departamento de Segurança Interna (DHS). Esse requerimento deve ser aprovado pelo USCIS antes de você solicitar o visto. Selecione trabalhadores temporários para visitar o site dos USCIS e obter mais informações. Selecione vistos para trabalhadores temporários para acessar o site do Departamento de Estado e obter mais detalhes e informações atualizadas sobre trabalhadores do Nafta (visto TN) e comerciantes/investidores do tratado (vistos E).

Trabalho missionário (Missionary Work): Trabalho realizado para uma organização religiosa com a finalidade de disseminar a fé (religião) e fazer avançar os princípios e as doutrinas da religião. Tal trabalho pode incluir instrução religiosa, ajuda aos idosos e aos necessitados e proselitismo.

 

Validade do visto (Visa Validity): Isso em geral significa que o visto é válido, ou pode ser usado, a partir da data de sua emissão até seu vencimento, para viagens com o mesmo propósito, quando o visto é emitido para múltiplas entradas. A data de expiração é mostrada no visto. Dependendo da nacionalidade do estrangeiro, os vistos podem ser emitidos para quaisquer números de entradas, desde uma entrada até múltiplas entradas (sem limites) para o mesmo propósito de viagem. Se você viaja com frequência como turista, por exemplo, com um visto de múltiplas entradas não precisa solicitar um novo visto a cada vez que quiser viajar para os EUA. Como exemplo de viagem com o mesmo propósito, se você tem um visto de visitante, ele não pode ser usado mais tarde para entrar nos EUA para estudar. A validade do visto é o período de tempo em que você tem permissão para viajar para um porto de entrada nos EUA a fim de solicitar permissão do inspetor de imigração dos EUA para entrar no país. O visto não garante a entrada nos EUA. A data de expiração do visto não deve ser confundida com o período de tempo autorizado para sua permanência nos EUA, dado a você pelo inspetor de imigração dos EUA no porto de entrada, no Registro de Entrada e Saída, formulário I-94 ou I-94W para o Programa de Isenção de Visto. A data de expiração do visto não tem nada a ver com o período de tempo autorizado para a sua permanência nos EUA em qualquer visita em particular.

Existem circunstâncias que podem anular ou cancelar o período de validade do seu visto. Se você permanecer no país além da data autorizada, conforme determinado pelo agente de imigração do DHS no porto de entrada ou no USCIS, então essa ação da sua parte em geral anulará ou cancelará automaticamente o seu visto. No entanto, se você preencheu uma solicitação dentro do prazo para a prorrogação de sua permanência ou para uma mudança de status, e a solicitação estiver pendente e não for abusiva, e se você não estiver trabalhando em emprego não autorizado, então normalmente isso não cancelará seu visto de forma automática. Se você solicitou alteração de status para se tornar estrangeiro residente permanente (portador de green card), você deve entrar em contato com o USCIS para obter advance parole(permissão para viajar durante o processo) antes de deixar os EUA. Para mais informações veja a página Data de expiração do visto.

Visitantes de intercâmbio (Exchange Visitors): Cidadãos estrangeiros que vêm aos EUA para participar de um programa específico de educação, capacitação, pesquisa ou outro programa de intercâmbio autorizado. Para mais informações, consulte o site de Assuntos Educacionais e Culturais e a página de Visitantes de Intercambio.

Visto (Visa): Um cidadão de um outro país, que deseja entrar nos EUA, geralmente precisa primeiro obter um visto, seja um visto de não-imigrante para permanência temporária, seja um visto de imigrante para residência permanente. Os solicitantes de visto precisarão fazer a solicitação no exterior, na Embaixada ou no Consulado dos EUA, em geral em seu país de residência permanente. O tipo de visto que você precisa ter é definido pela lei de imigração e está relacionado com o propósito da sua viagem. Um visto permite que um cidadão estrangeiro viaje para um porto de entrada dos EUA e solicite permissão do inspetor de imigração dos EUA para entrar no país. A emissão de um visto não garante a entrada nos EUA. O agente da Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) no porto de entrada determina se você pode ser admitido e decide quanto tempo você pode ficar em cada visita. Para mais informações, consulte a página O que é um visto?

Visto com Leitura Óptica [MRV] (Machine Readable Visa [MRV]): Um visto que contém informações biométricas sobre o portador do passaporte. Um visto que os agentes de imigração leem com máquinas especiais quando o solicitante entra nos EUA. Ele fornece informações biográficas sobre o portador do passaporte e informa ao DHS sobre o tipo de visto. Também é chamado de MRV.

Visto condicional de residência [CR] (Conditional residence [CR] visa): Se você está casado(a) há menos de dois anos na época em que seu marido ou sua mulher (cônjuge) obtém status de residente permanente em situação legal (obtém um green card), então o cônjuge obtém residência em base condicional. Depois de dois anos você e seu cônjuge precisam solicitar juntos que o DHS retire essa condição para residência. Para mais informações sobre como solicitar um visto CR, consulte nossa página na internet Visto de imigrante para cônjuge.

O visto de investidor (EB5 ou T5/C5) também é uma residência condicional. Ele exige um procedimento de solicitação depois de dois anos para retirar essa condição na residência permanente.

Visto de imigrante (Immigrant Visa): Visto para uma pessoa que planeja viver indefinida e permanentemente nos EUA. Consulte a página Visto de Imigrante.

Visto de não-imigrante [NIV] (Nonimmigrant Visa [NIV]): Um visto americano permite ao portador, um cidadão estrangeiro, solicitar entrada nos EUA por um período determinado e para um propósito específico. Os vistos de não-imigrante são classificados principalmente de acordo com o propósito principal da viagem. Com poucas exceções, no período em que estiverem nos EUA, os não-imigrantes ficarão restritos à atividade ou ao motivo pelo qual seu visto foi emitido. Exemplos de pessoas que podem receber vistos de não-imigrante são turistas, estudantes, diplomatas e trabalhadores temporários. Para mais informações, consulte Visitantes temporários aos EUA.