Vistos de Imigrante

Informação urgente para os solicitantes de visto referente ao COVID-19:

A Embaixada dos Estados Unidos e os Consulados no Brasil cancelaram as entrevistas rotineiras de visto de imigrante e não imigrante. Retomaremos os serviços de visto o mais rápido possível, mas não podemos fornecer uma data específica até o momento. Para informações sobre os serviços de vistos em nossas Embaixadas e Consulados em todos os países, por favor visite usembassy.gov.

Acesse o seguinte link para informações detalhadas sobre a situação atual dos serviços de visto em todo o mundo e as restrições de visto relacionadas à pandemia global do COVID-19: https://travel.state.gov/content/travel/en/traveladvisories/ea/covid-19-visa-services-and-restrictions.html.

A taxa MRV é válida por um período de um ano a partir da data de seu pagamento e poderá ser usada para um pedido de visto no país em que foi adquirida durante esse período. Se você tiver um assunto urgente e precisar viajar imediatamente, siga as orientações fornecidas em https://ais.usvisa-info.com/pt-br/niv, ou entre em contato pelo e-mail: brazil_contactus+br+info+en@visaops.net, ou por telefone (https://ais.usvisa-info.com/pt-br/niv/information/contact_us) para solicitar um agendamento de emergência.

Informações sobre as restrições de viagem

A entrada de cidadãos estrangeiros que estiveram presentes fisicamente dentre a lista dos países listados abaixo nos últimos 14 dias anteriores à sua entrada, ou tentativa de entrada, nos Estados Unidos está suspensa de acordo com as Proclamações Presidenciais 9984, 9992, 9993, 9996 e a subsequente proclamação feita no dia 24 de maio de 2020:

  • Brasil (a partir de 26 de maio, às 23:59 EDT)
  • Reino Unido da Grã-Bretanha, Irlanda do Norte, excluindo países fora do território Europeu;
  • República da Irlanda;
  • Os 26 países que compõe a área de Schengen (Áustria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia e Suíça);
  • República Islâmica do Irã;
  • República Popular da China, sem incluir as Regiões Administrativas Especiais de Hong Kong e Macau.

Existem algumas exceções à suspensão da entrada, incluindo exceções para residentes permanentes legais nos EUA e certos membros da família de cidadãos americanos e residentes permanentes legais, entre outras exceções listadas nas proclamações. Para uma lista completa das exceções à suspensão, acesse o informativo sobre a Proclamação. Se você reside, viajou recentemente para, ou pretende transitar ou viajar pela lista de países acima, antes da sua viagem planejada para os Estados Unidos, recomendamos que você adie seu agendamento de visto em até 14 dias após a sua partida do(s) país(es) em questão.

Informações sobre a proteção do mercado de trabalho nos EUA

Em 22 de abril de 2020, o presidente Trump assinou uma proclamação suspendendo a entrada nos Estados Unidos de certos imigrantes que apresentam risco ao mercado de trabalho dos EUA durante a recuperação econômica após o surto de COVID-19. A proclamação entrou em vigor às 23:59 (horário de Washington) do dia 23 de abril de 2020. Em acordo com a proclamação subsequente assinada em 22 de junho de 2020, a suspensão de 22 de abril de 2020 foi estendida até 31 de dezembro de 2020. Os cidadãos dos EUA, residentes permanentes legais e aqueles portadores de um visto válido de imigrante na data efetiva da proclamação não estão sujeitos a esta proclamação. Vistos válidos não serão revogados por conta desta proclamação. As rotinas de serviços de visto foram suspensas na Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil, mas, conforme os recursos permitam, as embaixadas e consulados continuarão a emitir vistos emergenciais e serviços críticos para solicitantes que não estejam sujeitos a esta proclamação presidencial. Acesse o texto completo das proclamações presidenciais, que está disponível no site da Casa Branca: Proclamação emitidas em 23 de abril de 2020 e Proclamação emitida em 22 de junho de 2020. Além disso, se você se qualifica para um agendamento emergencial, encorajamos fortemente que adie seu agendamento por ao menos 14 dias caso esteja apresentando sintomas de gripe, ou acredite que tenha se exposto ao novo coronavírus.

Os vistos de imigrantes para os Estados Unidos são processados para os cidadãos brasileiros e residentes no Brasil no Consulado Geral dos EUA no Rio de Janeiro.

Para solicitar um visto de imigrante, um cidadão estrangeiro que quer imigrar geralmente precisa ser patrocinado por um parente imediato que seja cidadão dos EUA ou residente legal permanente ou um promitente empregador dos EUA e ter um petição aprovada antes de solicitar um visto de imigrante. O patrocinador inicia o processo ao protocolar uma petição em nome do cidadão estrangeiro junto ao Serviço de Cidadania e Imigração dos EUA (USCIS). Veja a nossa Lista de Categorias de Vistos para saber mais sobre os diferentes tipos de vistos de imigrantes para os Estados Unidos, incluindo o Programa de Vistos de Diversidade.

Uma vez que o USCIS aprove sua petição e que você tenha concluído o pré-processamento junto ao National Visa Center (NVC) ou que você tenha sido selecionado pela Loteria de Vistos de Diversidade e tenha concluído o processamento no Centro Consular no Kentucky (KCC), revise as instruções dadas pelo NVC ou pelo KCC, além das informações apresentadas neste site para mais instruções. Além disso, visite as páginas: Immigrant Visa Process;  Diversity Visa Process ou as categorias de visto abaixo para iniciar sua solicitação de visto de imigrante.

Você não poderá iniciar uma petição para um visto de imigrante nos Consulados dos Estados Unidos ou na Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. O processo para TODOS os vistos de imigrantes, que não sejam processos de Visto de Loteria de Diversidade, começam com o USCIS (United States Citizenship and Immigration Services). O membro da família nos EUA através do qual você deseja se qualificar, tem que iniciar o processo protocolando uma petição de base familiar I-130; noiva(o) I-129F ou emprego I-140 junto ao escritório do USCIS nos Estados Unidos, conforme as instruções dos formulários citados.

Se tiver dúvidas por favor envie um e-mail:
Consultas sobre vistos de imigrantes: immigrationrio@state.gov
Consultas sobre adoção: adoptionrio@state.gov 

 

Um portador de Green Card (residente permanente) é alguém que recebeu autorização para viver e trabalhar nos Estados Unidos em caráter permanente. Como prova desse status, a pessoa receber o cartão de residência permanente, comumente chamado de “Green Card”.

Para informações sobre autorização de embarque, instruções para petição de residente em retorno, renúncia de green card, retirada do status de residente condicional e filhos de residentes legais nascidos fora dos EUA, favor acessar a página de Portadores de Green Card.

Todo ano, milhares de cidadãos dos EUA adotam crianças no exterior e muitas famílias estrangeiras adotam crianças dos EUA. A adoção internacional é governada tanto pelas leis do país de residência da criança como do país de residência dos pais adotivos. De acordo com a lei dos EUA, há dois processos de adoção internacional distintos: o processo  da Convenção de Haia e o processo que não é da Convenção de Haia. Uma vez que o Brasil é signatário da Convenção de Haia, é o processo da Convenção de Haia que deve ser seguido. Para mais informações, favor acessar a página sobre Adoção neste site.

Aviso: Por razões de segurança, solicitantes de visto e cidadãos americanos não são autorizados a entrar na Embaixada ou nos Consulados com telefones celulares e outros aparelhos eletrônicos (incluindo, entre outros, smartwatches, dispositivos de monitoramento de atividades, como fitbits, tablets, laptops, e outros dispositivos de gravação). Líquidos / bebidas também não são permitidos (exceto para solicitantes com crianças que utilizam mamadeira). Bolsas (com exceção de uma bolsa pequena ou equivalente), também não são permitidas. Todos os visitantes e itens estão sujeitos a uma vistoria completa. A Embaixada e os Consulados não possuem local para armazenar tais itens. Recomendamos veementemente que nossos clientes não tragam tais itens quando comparecerem à Embaixada ou aos Consulados. Caso tenha necessidade de trazer esses equipamentos eletrônicos, informamos que há companhias privadas que oferecem local para armazenar tais equipamentos. Observe que esse serviço é pago. Por favor, observe também que essas companhias não são sancionadas ou afiliadas com o governo dos Estados Unidos, que não se responsabiliza por qualquer objeto deixado com tais companhias.

SOMENTE para o Consulado Geral do Rio de Janeiro:  Até novas instruções, em dias de chuva, solicitantes de visto ou de outros serviços consulares poderão entrar nas salas de espera do Consulado com um guarda-chuva pequeno, compacto, dobrável e sem pontas afiadas. Guarda-chuvas maiores não serão permitidos.